Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Vagner Love lamenta saída do CSKA, mas diz que lado financeiro pesou

Moscou (Rússia)

Ídolo da torcida do CSKA, o atacante Vagner Love acertou na última terça-feira sua transferência para o Shandong Luneng, da China, em transferência de aproximadamente 12 milhões de euros (R$ 35,1 milhões). Admitindo que a decisão de deixar o futebol russo foi difícil, o jogador disse o aspecto financeiro foi decisivo.

“É claro que eu queria estar com os meus companheiros na Liga dos Campeões, assim como competir por mais um título na Rússia. E o clube fez de tudo para eu ficar. Mas devemos lembrar que minha carreira está gradualmente no fim. Eu preciso pensar na minha família, no futuro. A oferta do Shandong Luneng é daquelas que podem vir uma vez na vida. Então eu decidi aceitar, especialmente porque é rentável ao clube. Meu coração e alma estarão com o CSKA”, disse, em entrevista ao site oficial da equipe russa.

Revelado pelo Palmeiras durante a Série B do Campeonato Brasileiro de 2003, Love logo chamou a atenção dos russos e deixou Palestra Itália um ano depois de ser promovido ao time profissional. Pelo CSKA colecionou títulos nacionais, entre liga, copa e supertaça, além de fazer história com a conquista da Liga Europa em 2005.

Em 2009, o atacante retornou ao Palmeiras para tentar recuperar o espaço perdido na Seleção Brasileira então treinada por Dunga, mas não conseguiu evitar que o clube perdesse fôlego na reta final do Brasileirão. Irritado com a violência da torcida, preferiu deixar o Verdão e acertou com o Flamengo para disputar a Libertadores ao lado de Adriano Imperador.

Reprodução
Aos 29 anos, o atacante Vagner Love já começa a planejar o final da carreira (foto: Site CSKA)
Love teve de retornar ao CSKA por mais dois anos para depois convencer os dirigentes russos a voltar ao Fla. A segunda passagem pela Gávea durou menos de um ano e terminou quando Patrícia Amorim, candidata do artilheiro, não tinha perspectivas de derrotar Eduardo Bandeira de Mello nas eleições presidenciais do Rubro-Negro.

Mais uma vez o CSKA foi o destino e sem dificuldades para se adaptar, Vagner novamente levantou a taça do Campeonato Russo. Depois de quase um ano, no entanto, o homem-gol encerrou o ciclo no time de Moscou e agora atuará pelo Shandong Luneng, atual vice-líder do Campeonato Chinês com 13 pontos a menos do que o Guangzhou Evergrande, que conta com o argentino Darío Conca.

No novo clube, Love encontrará apenas um compatriota no elenco comandado pelo técnico Radomir Antic. O atacante Gilberto Macena, que começou a carreira no Comerical, de Ribeirão Preto-SP, e passou sete anos no futebol dinamarquês – por Holbaek e Horsens – antes de chegar ao Shandong.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade