Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Vitória magra não tira sentimento de dever cumprido no Bahia

Salvador (BA)

Invicto há quatro partidas no Campeonato Brasileiro, o Bahia espantou de vez a má fase do primeiro semestre. Neste domingo, o Esquadrão de Aço não teve vida fácil para derrotar o Goiás por 2 a 1 na Arena Fonte Nova, mas na saída de campo ninguém pareceu se importar com o desempenho abaixo do esperado.

“Tivemos dificuldades, é natural, no Campeonato Brasileiro é assim, mas isso não era nossa preocupação. O importante era conquistar a vitória e andar na tabela”, destacou o técnico Cristóvão Borges, um dos responsáveis por apagar o incêndio no clube de Salvador, que agora ocupa a quinta colocação com 16 pontos.

O volante Hélder apresentou discurso muito semelhante ao do treinador, preferindo exaltar o resultado final a criticar a atuação diante do Esmeraldino. O meio campista voltou a ser titular neste final de semana e formou dupla com Feijão, fazendo proteção ao trio de meias escalado com Anderson Talisca, Marquinhos Gabriel e Wallyson.

“Os três pontos, como havíamos conversado antes do jogo, eram os pontos mais importantes do campeonato pra gente. Vencer o Goiás e o Flamengo dentro de casa ia nos manter na briga pelo G-4. O primeiro objetivo foi conquistado”, comemorou Hélder, já pensando no duelo de quarta-feira às 21h50 (de Brasília), novamente na Fonte Nova.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade