Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Wilshere se empolga com possíveis chegadas de Rooney e Higuaín

Londres (Inglaterra)

Nas últimas temporadas, o Arsenal viu seu elenco se enfraquecer com a saída dos principais jogadores, que alegavam falta de motivação para seguir na equipe já que a diretoria não investia na contratação de grandes nomes. E para não ver a história se repetir nesta janela de transferências, os dirigentes do time de Londres já miram estrelas como Wayne Rooney e Gonzalo Higuaín.

Os principais alvos dos Gunners estão vivendo momentos turbulentos em Manchester United e Real Madrid, respectivamente, e já teriam declarado a seus representantes o desejo de mudar de ares na temporada 2013/14. Rooney estava insatisfeito ainda na era Alex Ferguson e a imprensa britânica afirma que o camisa 10 já avisou o técnico David Moyes que não seguirá em Old Trafford.

Companheiro de Rooney na seleção da Inglaterra, o meia Jack Wilshere se empolga com a possibilidade de atuar ao lado do atacante também no Arsenal, principalmente pelo peso que a presença do astro do United traria para o elenco. “Ele é o tipo de jogador que pode ganhar troféus e que os adversários temem ao ver o nome na escalação”, destacou ao Daily Mirror.

Se para trazer Rooney o Arsenal teria a concorrência de gigantes como Barcelona, Bayern de Munique e Chelsea, a situação de Higuaín parece mais próxima de acontecer. O irmão do centroavante argentino tem mantido conversas com a diretoria do Arsenal e trata a negociação como certa, mais um motivo para animar Wilshere.

“Olhar para jogadores do calibre do Higuaín e ver que a diretoria está tentando trazê-los faz com que a gente fique animado para a temporada”, exaltou o meio campista, mostrando discurso diferente do apresentado por Samir Nasri, Cesc Fabregas e Robin van Persie quando deixaram o Emirates Stadium nos últimos anos.

Confirmado - Enquanto Rooney e Higuaín ainda estão no plano das especulações, o jovem Yaya Sanogo é oficialmente jogador do Arsenal. O jogador tem 20 anos e defende a seleção da França no Mundial sub-20, disputado na Turquia. Com características de homem de área, Sanogo marcou 11 gols em 24 jogos pelo Auxerre, na segunda divisão francesa.

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade