Comercial Expediente Contato
Acompanhe a GE.net
Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Zé Teodoro cobra reação do lanterna Náutico: “temos que dar um basta"

Belo Horizonte (MG)

Conhecido por ser muito enérgico à beira do campo, o técnico do Náutico, Zé Teodoro, fez declarações ríspidas neste domingo. Após a derrota por 3 a 0 para a Cruzeiro, no Mineirão, o comandante alvirrubro cobrou uma reação do Timbu no Campeonato Brasileiro.

“A gente quer ver o Náutico crescer na competição. Estamos passando por um momento de adversidade, mas é nessa hora que a gente tem que conversar e encontrar saídas. É preciso ter tranquilidade, equilíbrio e calma pra poder reagir na competição. Está chegando o momento em que a gente tem que dar um basta nisso”, afirmou.

A situação do Náutico no Campeonato Brasileiro, de fato, é delicada. Com apenas uma vitória em oito rodadas, o clube pernambucano ocupa a lanterna da competição e já soma três partidas sem triunfar no campeonato. Após a pausa para a Copa das Confederações, são duas derrotas com um gol feito e seis sofridos.

“Nós precisamos mudar o comportamento, voltar a fazer as pazes com o resultado positivo. Este campeonato é pesado. Se não tivermos qualidade, um grupo forte e peças de reposição, vamos encontrar muita dificuldade”, completou Zé Teodoro.

Neste domingo, o Timbu visitou o Cruzeiro no Mineirão e foi derrotado por 3 a 0. A equipe pernambucana até tentou atacar no início do jogo, mas logo foi surpreendida. Aos nove minutos, a Raposa saiu rápido no contra-ataque, e Ricardo Goulart fez o primeiro gol, abrindo caminho para o fácil triunfo cruzeirense.

Para o comandante alvirrubro, o tento nos primeiros minutos de jogo desconcertou o Náutico. “Tivemos um jogo sem o controle e sem o equilíbrio. Encontramos um adversário mais qualificado e que foi melhor. Tomamos um gol no início que não deveríamos tomar. No setor de meio-campo, que é fundamental, em alguns momentos perdemos esse controle e fomos desequilibrados”, analisou.

Para o volante Dadá, que, contra o Cruzeiro, começou na reserva e entrou no segundo tempo, o Náutico trem que começar a reagir já na próxima rodada, diante o Botafogo, em São Januário.

“Está no começo do campeonato, mas temos que sair dessa situação o mais rápido possível, para que a gente possa aliviar um pouco essas partidas fora de casa. Mas na próxima vamos tentar um resultado melhor”, ponderou.

Após oito rodadas, o Timbu soma apenas quatro pontos e já está a três do fim da zona dos quatro clubes que seriam rebaixados para a Série B do Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, às 21 horas (de Brasília), o time pernambucano encara o Botafogo, em São Januário, buscando sair da lanterna da competição nacional.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade