Atletismo/Campeonato Mundial de Atletismo - ( )

De olho em 2016, Brasil encara Mundial para esquecer Londres

Lucas Besseler e Lucas Mariano, especial para a GE.Net Moscou (Rússia)

Para esquecer a campanha dos Jogos Olímpicos de Londres de 2012, na qual o Brasil não conquistou sequer uma medalha, a delegação brasileira está pronta para a disputa do Campeonato Mundial de Atletismo, que será disputado de 10 a 18 de agosto, na cidade de Moscou, na Rússia. Para a competição, a principal esperança de medalha do País é Fabiana Murer, que terá a missão de defender o título no salto com vara.

Campeã em Daegu, na Coreia do Sul, em 2011, Fabiana é a detentora da única medalha de ouro no Brasil na competição. Em 2013, sua melhor marca foi 4,73m, bem inferior ao 4,85m que a garantiu no lugar mais alto do pódio. Além dela, a delegação é formada por outros 31 atletas. Entre eles, Mauro Vinícius da Silva, o Duda, também é apontado como um dos grandes favoritos na prova de salto em distância.

“O Duda foi campeão mundial indoor no ano passado, tem feito bons resultados e vem crescendo, então ele também tem chances de conseguir uma boa colocação. É difícil falar em medalha porque depende do dia, depende de cada um. Mas ele está com um bom resultado”, comentou Fabiana em entrevista à GazetaEsportiva.Net.

Wagner Carmo/CBAt
Esperança do Brasil, Fabiana Murer entra na competição para defender o título no salto com vara

Aos 26 anos, Duda chega para a disputa do Mundial com o título do campeonato mundial indoor de salto em distância conquistado em Istambul, em 2012. Neste ano, ele cravou 8,31m e tem a quinta melhor marca da temporada. No entanto, o atleta terá como rivais o russo Aleksander Menkov e o mexicano Luis Rivera, que passaram a marca de 8,40m.

Além do ouro de Murer, o Brasil já conquistou cinco medalhas de prata e cinco de bronze, contabilizando desde 1983, data da primeira edição do torneio. Por causa dos fracassos em 2012, os brasileiros podem entrar na disputa pressionados, o que para Ricardo D’Angelo, treinador-chefe do grupo em Moscou, realmente pode acontecer por causa da importância da competição, mas, ainda assim, os atletas estão tranquilos.

“Não posso dizer que não existe nenhuma pressão porque a gente realmente gostaria de ter ganhado medalha em Londres. Nós tínhamos condições para fazer isso. Mas o que a gente tem sentido aqui é que os atletas estão bem à vontade, estão bem preparados. Já chegamos aqui com um bom grupo, com melhores do mundo no ranking. Obviamente cada um tem sua maneira de reagir a essa situação, mas eu estou sentindo o pessoal aqui bem tranquilo”, comentou Ricardo também com exclusividade à GE.Net.

Além dos mais cotados a medalhas, o treinador ainda citou que o elenco conta com outros atletas que tiveram bons desempenhos nas competições disputadas e que podem surpreender.

Agência Luz/BM&FBOVESPA
Campeão mundial indoor, Duda tem grande desafio para ficar com o título em Moscou

“Nós temos outros que podem chegar à final. O próprio revezamento 4x100 feminino, a Keila (Costa) e os maratonistas, que podem por a gente nos oito primeiros. Nós temos um segundo grupo de atletas e equipes que podem chegar à final e, uma vez na final, pode acontecer de ter medalha”, analisou D’Angelo.

Citada pelo treinador, Keila Costa, na disputa de salto triplo, já foi bronze no mundial indoor em 2010 e, atualmente, tem a quarta melhor marca do ano (14,58m). Carlos Eduardo Chinin, do decatlo, é o detentor do recorde sul-americano (8.393 pontos) e terceiro no ranking mundial. Já no 4x100m feminino a equipe contará com Franciela Krasucki e Ana Cláudia Silva, que nos 100m têm as marcas de 11s13 e 11s05, respectivamente.

Veja a delegação completa do Brasil no Mundial:

Masculino
Bruno Lins - 200m
Aldemir Gomes - 200m
Anderson Henriques - 400m - 4x400m
Kleberson Davide - 800m
Mahau Suguimati - 400m com barreiras
Hugo Balduíno de Sousa - 4x400m
Pedro Luiz Burmann - 4x400m
Wagner Francisco Cardoso - 4x400m
Jonathan Henrique da Silva - 4x400m
Thiago Braz - salto com vara
Augusto Dutra - salto com vara
João Gabriel Santos Souza - salto com vara
Mauro Vinícius da Silva, o Duda - salto em distância
Jefferson Sabino - salto triplo
Ronald Julião - lançamento do disco
Carlos Chinin - decatlo
Solonei Rocha da Silva - maratona
Paulo Roberto de Almeida Paula - maratona
Caio Bonfim - 20 km marcha
Mário José dos Santos Júnior - 50 km marcha

Feminino
Ana Cláudia Lemos - 100m - 200m - 4x100m
Franciela Krasucki - 100m - 200m - 4x100m
Joelma Sousa - 400m
Rosangela Santos - 4x100m
Evelyn Carolina dos Santos - 4x100m
Vanda Gomes - 4x100m
Keila Costa - salto triplo
Fabiana Murer - salto com vara
Karla Rosa da Silva - salto com vara
Geisa Arcanjo - arremesso do peso
Fernanda Borges - lançamento do disco
Jucilene Lima - lançamento de dardo

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade