Atletismo/Mundial de Moscou - ( - Atualizado )

Duda fica a 3cm do pódio e termina em quinto no salto em distância

Moscou (Rússia)

Uma das últimas esperanças brasileiras no Mundial de Atletismo de Moscou, o paulista Mauro Vinícius da Silva, o Duda, foi bem, mas não conseguiu subir ao pódio na prova do salto em distância, nesta sexta-feira, no estádio Louzhniki, na Rússia.

Ele saltou 8.24m e terminou na quinta posição, a apenas três centímetros do pódio. A marca foi atingida apenas no último salto da prova. Ele queimou os dois primeiros, e, para não ser eliminado, foi conservador nos dois seguintes. Na sequência, conseguiu 8.23m no quinto e 8.24m no sexto salto.

AFP
Duda fez uma boa prova, mas não conseguiu subir ao pódio
“Eu achei que tinha saltado 8.30m, que me garantia uma medalha. Mas eu lutei, o importante é isso, briguei até o ultimo salto, como eu sempre faço. Aprendi muito com essa competição”, afirmou o brasileiro ao Sportv. Ele ainda projetou um melhor resultado no futuro.

“Eu já penso no Rio-2016, então tenho que trabalhar. Mas eu saio com sensação de dever cumprido do Mundial, fiz a minha média, que é de 8.20m para cima”, completou.

A medalha de ouro ficou com o russo Aleksandr Menkov, que liderou a prova desde o início. A marca que lhe garantiu o ouro (8.56m) foi conseguida em seu quinto salto. Antes disso, porém, ele já havia encaixado grandes marcas.

A prata ficou com o holandês Ignisious Gaisah, que atingiu 8.29m, e o bronze foi para o mexicano Luis Rivera, com 8.27m. Em quarto e apenas uma posição à frente de Duda, ficou o espanhol Eusebio Cáceres, com 8.26m.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade