Atletismo/Mundial - ( - Atualizado )

Isinbayeva nega aposentadoria e promete voltar após maternidade

Moscou (Rússia)

A final do Mundial de Moscou não será a última prova na carreira da russa Yelena Isinbayeva. Considerada a principal atleta da história do salto com vara entre as mulheres, ele promete retomar as atividades após realizar o desejo de ser mãe e não descarta a possibilidade de competir em 2016.

“Não vou me aposentar aqui. Houve um mal- entendido pela imprensa mundial. Paro depois do Mundial para ser mãe, mas depois retorno. Se eu conseguir boas marcas e voltar ao um alto nível, planejo competir no Rio, em 2016. O povo brasileiro é apaixonado e as Olimpíadas serão fantásticas”, afirmou a russa ao Sportv.

Yelena Isinbayeva, 31 anos, conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Atenas-2004 e Pequim-2008. Ela ainda ganhou os Mundiais de Helsinque-2005 e Osaka-2007. Recordista mundial e única mulher a saltar acima dos 5,00m, perdeu a hegemonia nas últimas temporadas.

As eliminatórias do salto com vara do Mundial de Moscou foram realizadas na tarde deste domingo. Com facilidade, Isinbayeva superou o sarrafo a 4,55m logo na primeira chance e avançou para a decisão. Já a brasileira Fabiana Murer, defensora do título, precisou de três tentativas para avançar.

AFP
Fabiana Murer disputará um lugar no pódio com a estrela local Yelena Isinbayeva (foto). Crédito: Franck Fife

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade