Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Ainda sem Nicácio, indefinido Paysandu volta a treinar na Curuzu

Belém (Pará)

Na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro Série B, o Paysandu voltou a treinar na manhã desta quarta-feira, na Curuzu. O técnico Arthurzinho fez um treino tático, no qual ainda não pôde contar com o lateral-esquerdo Pablo e o atacante Marcelo Nicácio, recuperando-se de lesões.

Os dois jogadores só correram em volta do campo do estádio, e ainda são dúvidas para o jogo contra o Bragantino, às 16h20 (de Brasília), em Bragança Paulista (SP), pela 18ª rodada. Pablo ainda sente dores musculares e será reavaliado pelo departamento médico do clube nas atividades até sábado.

Arthurzinho não sabe qual será a escalação titular no interior de São Paulo, algo que só deverá ser definido nas próximas movimentações. Caso queria deixar as últimas colocações da competição nacional, uma vitória sobre o Bragantino, que também é irregular, é mais do que obrigatória.

O elenco bicolor voltará a trabalhar na tarde desta quarta. Alguns torcedores deverão ir para a Curuzu e protestar contra a fase do time, que amarga três derrotas consecutivas – a última delas foi para o Icasa, por 2 a 1, em plena Curuzu, partida realizada no sábado passado.

Reforços: após anunciar a contratação do atacante Aleilson, do Paragominas-PA, a diretoria do Paysandu prometeu mais reforços para este segundo semestre. De acordo com informações do Diário do Pará, o presidente Vandick Lima aproveitará a concentração em São Paulo para fechar com mais nomes.

Aleilson tem 27 anos de idade e se destacou no último Campeonato Paraense, em que foi artilheiro, com 13 gols marcados. Neste início de Série D, continuou balançando as redes – seis tentos em quatro jogos – e despertou a atenção de outros clubes, como Remo e ABC.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade