Futebol/Brasileiro Série B - ( )

América-MG e Chapecoense medem forças em jogo atrasado da Série B

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Quinto colocado na Série B do Brasileiro com 26 pontos, o América-MG tem desperdiçado chances de chegar ao G4, principalmente quando joga em casa, mas o Coelho segue lutando para brigar na parte de cima da tabela. Nesta terça-feira, às 21h, os mineiros terão nova oportunidade enfrentando a Chapecoense, na Arena Condá.

O duelo contra os catarinenses é uma partida adiada que as duas equipes precisam cumprir. Inicialmente o jogo seria realizado no dia 20 de julho, mas o tempo ruim impediu o América-MG de chegar a cidade de Chapecó, e a CBF remarcou o duelo para está terça-feira. Se vencer o Coelho chega ao G4, já a Chapecoense é vice-líder e persegue um triunfo para se aproximar do Palmeiras.

Para enfrentar a Chapecoense, o técnico Paulo Comelli conta com três reforços. O zagueiro Vitor Hugo e os meias-atacantes Willians e Nikão, que cumpriram suspensão por três cartões no empate no empate em 1 a 1 com o América-RN, e estão novamente à disposição. “São três jogadores importantes e que agora estão mais descansados. O Nikão segura bem a bola na frente, e são jogadores de velocidade”, disse Comelli.

O treinador, porém, perdeu o atacante Tiago Alves, que sofreu uma torção no tornozelo ao disputar uma jogada logo no início do jogo contra o América-RN ao se apoiar mal com o pé direito. O técnico americano sabe que o Coelho terá dificuldades no Sul do Brasil, por isso, pensa em fazer um gol no começo da partida, para evitar sufoco.

“Temos de procurar fazer gol no início do jogo, assim como fizemos na vitória contra o São Caetano. Isso alivia a ansiedade natural da equipe e obriga o adversário a nos atacar. A Chapecoense é um clube de estrutura, tem equipe forte e com preparo físico desenvolvido. Mas quem quer chegar ao grupo dos quatro primeiros não pode temer ninguém”, declarou.

No time catarinense, Gilmar dal Pozzo não quis saber de folga para os jogadores após o empate contra o Paraná Clube, e planeja superar o América-MG sem passar por tantas dificuldades como aconteceu diante dos paranaenses. A Chapecoense buscou um placar de 2 a 0, e chegou a igualdade, mas deixou de somar dois pontos em casa.

Para não correr riscos, o time de Chapecó aposta na boa fase do artilheiro Bruno Rangel, que é cobiçado por vários clubes da elite do futebol brasileiro. O jogador marcou os dois gols na rodada passada e espera seguir marcando para ajudar o clube. “Será mais uma partida difícil, mas temos condições de vencer, principalmente jogando em casa”, disse.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE X AMÉRICA-MG

Local: Estádio Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 20 de agosto de 2013, terça-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Luciano Roggenbaum (PR) e Arestides Pereira da Silva Júnior (PR)

CHAPECOENSE: Nivaldo; Fabiano, Dão, Rafael Lima e Anderson Pico; Wanderson, Paulinho Dias, Augusto e Athos; Fabinho Alves e Bruno Rangel
Técnico: Gilmar dal Pozzo

AMÉRICA-MG: Matheus; Leandro Silva, Vitor Hugo, Gualberto e Danilo; Leandro Ferreira, Claudinei, Kleber e Rodriguinho; Nikão e Willians
Técnico: Paulo Comelli

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade