Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

América-MG joga bem, mas cede empate ao Ceará e não vai ao G-4

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

A torcida do América-MG que marcou presença nesta sexta-feira, no estádio Independência, voltou a assistir uma boa exibição do Coelho, que goleou o Sport na rodada passada, mas teve dificuldades contra o Ceará. Apesar do bom futebol, os americanos ficaram no empate em 2 a 2, placar que não foi suficiente para chegar ao G-4 da Série B.

O primeiro gol do jogo foi anotado por Willians, que pegou rebote de cobrança de escanteio e acertou ótimo chute no canto direito de Fernando Henrique. O Ceará empatou no segundo tempo com um gol de cabeça de Diego Ivo e virou o marcador com Rogerinho. O veterano Fábio Júnior ainda conseguiu novo empate para os donos da casa. Com o resultado, o América-MG chega aos 19 pontos e terá que aguardar ao menos mais uma rodada para chegar ao G-4.

Na sequência do Campeonato Brasileiro da Série B, o América-MG terá compromisso fora de casa, contra o Paysandu, duelo marcado para a próxima terça-feira. Já o Ceará vai voltar a atuar diante da torcida recebendo a visita do América-RN.

Arte GE.Net
O jogo – Motivado pela goleada aplicada em cima do Sport na rodada passada da Série B, o América-MG iniciou o confronto contra o Ceará dominando a posse de bola e imprimindo um ritmo acelerado ao jogo. A primeira chance de gol surgiu logo no comecinho com Nikão, que errou o alvo por pouco, assuntando o goleiro Fernando Henrique.

Como estratégia, o Coelho passou a pressionar a saída de bola dos cearenses, forçando o erro dos adversários ou obrigando a defesa tentar a ligação direita, que facilitou a vida dos defensores americanos. Sem conseguir agredir o América-MG, o Vozão passou a dar espaços para os donos da casa até o meio-campo, quando exercia a marcação e tentava o contra-ataque.

Aos poucos, o Ceará tentou equilibrar as ações, mas o Coelho se mostrou muito perigoso ofensivamente. Aos 18, os mineiros conseguiram uma boa trama ofensiva, que terminou com finalização do lateral Leandro Silva, que explodiu na trave do goleiro cearense, levando o torcedor nas arquibancadas do Horto.

Usando bastante as laterais do campo, o time da casa procurou girar a bola de um lado para outro, confundindo os marcadores do Vozão para encontrar o espaço necessário para concluir as jogadas. A paciência alviverde foi premiada com um gol. Aos 37, Willians pegou rebote de cobrança de escanteio e arrematou com a canhota, de fora da área, acertando o canto direito de Fernando Henrique e abrindo o placar no Independência.

Com o resultado adverso, o Ceará voltou para o segundo tempo com uma postura diferente, tentando agredir o América-MG, o que deixou o jogo aberto, com boas variações táticas. Aos três minutos, a zaga do Coelho falhou e Ricardinho ficou livre para empatar, mas o tiro cruzado passou muito perto da trave direita de Matheus e não entrou.

Bem compactado na marcação, o time do técnico Paulo Comelli procurou usar a velocidade e a movimentação de Willians e Nikão, para chegar ao segundo gol no jogo. A alternativa quase deu certo aos 19, quando Nikão tentou completar assistência de Willians, mas a defesa visitante conseguiu aliviar o perigo.

A resposta do Vozão veio em chute cruzado do lateral Vicente, obrigando Matheus a fazer grande defesa. De tanto insistir, o Ceará chegou ao empate com Diego Ivo, que desviou cobrança de escanteio pela direita e, de cabeça, igualou o marcador no Horto. Aos 31, em cobrança de falta ensaiada, Rogerinho acertou o canto do goleiro americano virando o placar.

Sem desanimar, o América-MG perseguiu o empate e conseguiu chegar a igualdade aos 37, com o veterano Fábio Júnior, que havia acabado de entrar e completou cruzamento da esquerda, com ajuda do zagueiro do Ceará Anderson Marques. As duas equipes ainda lutaram até o fim pela vitória, mas o empate em 2 a 2, continuou até o apito final.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade