Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Após derrota para lanterna, Figueirense anuncia saída de Adilson

Florianópois (SC)

Chegou ao fim a segunda passagem de Adilson Batista pelo Figueirense. Neste domingo, o clube anunciou a saída do treinador por meio de seu site oficial. Deixam a equipe também o auxiliar Ivair, o preparador físico Fabio Maraston e o analista de desempenho Gustavo Nicoline.

“A diretoria do Figueirense agradece todo o empenho e dedicação prestados nesses oito meses pelo técnico Adilson Batista e sua comissão”, diz o comunicado, que afirma ainda que a decisão foi tomada em “comum acordo”.

Nesse sábado, a equipe foi derrotada por 3 a 2 pelo ABC, lanterna da Série B. Foi a terceira partida seguida sem vitória do Figueirense, que conquistou apenas um dos últimos nove pontos disputados. O time catarinense é o oitavo colocado da competição, com 23 pontos conquistados em 16 rodadas.

Nesta segunda passagem, que começou no início da temporada, Adilson comandou a equipe em 41 jogos, conquistando 19 vitórias, nove empates e 13 derrotas, totalizando um aproveitamento de 53%, sem ter erguido nenhum título. A primeira passagem do treinador pelo Figueirense foi mais bem sucedida, culminando com a conquista do Campeonato Catarinense de 2006.

Delegação é agredida

Ainda na manhã deste domingo, quando a equipe chegava ao Orlando Scarpelli vinda de Natal, cerca de dez torcedores agrediram verbal e fisicamente a delegação alvinegra. Segundo o site oficial do Figueirense, o meia Tchô levou um soco no rosto e pedras foram atiradas contra o ônibus. A situação só se aclamou com a chegada de policiais. O clube promete registrar um Boletim de Ocorrência.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade