Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Após rescisão, Cléo não aponta culpado por série de lesões

Natal (RN)

Após pouco mais de quatro meses no clube, Cléo acertou nos últimos dias a rescisão de seu contrato com o América-RN. Sofrendo com lesões, o atacante participou de apenas três partidas do Dragão no ano. Mesmo se defendendo, o jogador exime o clube e culpa o azar por seu insucesso no período.

“Estou indo embora, mas estou com a consciência tranquila. Enquanto estive em campo, procurei dar o meu melhor e procurei honrar as cores do América, com dedicação, profissionalismo e respeito. Mas, muitas vezes, as coisas não acontecem como queremos. Não tive culpa das minhas lesões e muito menos o América teve”, lamenta.

Apesar da decepção com as poucas partidas, Cléo correspondeu quanto entrou em campo. Além de marcar em sua estreia contra o Baraúnas, ele também fez o gol da vitória por 2 a 1 sobre o Santa Cruz. A única vez que o “Baixinho” não foi às redes foi contra o Corintians, de Caicó.

“Aqueles que tiveram a oportunidade de me ver jogando viram que eu tinha condições de ajudar o América. Apesar de eu não ter jogado tantas vezes, ficou o respeito pelo profissional e pelo caráter. Só tenho a agradecer a diretoria do América. Desejo, do fundo do meu coração que o América consiga sair dessa situação incômoda e permaneça na Série B do Campeonato Brasileiro”, afirma Cléo.

O atacante deve permanecer tratando a fratura em seu pé direito por mais duas semanas no clube. “Quem sabe um dia eu volte a vestir a camisa do América. Creio que foi mostrado dentro e fora de campo o profissional que eu sou”, conclui.

Divulgação/América-RN
Cléo participou de apenas três partidas em sua passagem pelo América-RN (Foto: Edmo Nathan)

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade