Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Com dores na coxa, Maxi Biancucchi não treina e vira dúvida contra a Ponte

Salvador (BA)

Em decadência no Campeonato Brasileiro, o Vitória pode ter um enorme problema para a partida desta quarta-feira, contra a Ponte Preta, no Barradão. Vice artilheiro da competição com oito gols, o atacante Maxi Biancucchi não participou do treinamento desta terça-feira e virou dúvida para o treinador Caio Júnior.

O argentino até vestiu o uniforme de treino, entrou em campo, mas, minutos antes do início das atividades, seguiu de volta para os vestiários. Calçando um tênis (que não é utilizado nos treinamento), Maxi disse que estava sentindo dores no músculo adutor da coxa direita e não garantiu presença no jogo contra a Ponte Preta.

De acordo com o departamento médico do Vitória, o atacante será avaliado na manhã desta quarta-feira e o mais provável é que ele não jogue. “O mais prudente é perder o jogador por um jogo do que correr o risco de depois perdê-lo com uma lesão mais séria”, disse o médico Rodrigo Vasco da Gama.

Assim, pode subir para sete o número de desfalques do Vitória para a partida contra a Ponte. Nino Paraíba, Escudero, Dinei, Leílson, Danilo Tarracha e Mansur foram vetados pelo departamento médico do clube e não entram em campo.

Por outro lado, o zagueiro Gabriel Paulista, envolvido em especulações sobre uma possível saída do Rubro-Negro, deve enfrentar a Macaca. Nesta terça, ele conversou com diretor de futebol do Vitória, Raimundo Queiroz, se vestiu e participou do treinamento normalmente, garantindo presença no duelo.

Com apenas um triunfo nos últimos seis jogos, o Vitória tenta se recuperar no Campeonato Brasileiro nesta quarta-feira, às 21 horas (de Brasília), diante da Ponte Preta, no Barradão. A equipe baiana ocupa a oitava colocação do Brasileirão com 19 pontos, enquanto o time campineiro é o 13º com 15.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade