Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Com gol de goleiro no fim, Lusa arranca empate contra o Flamengo

Brasília (DF)

A torcida do Flamengo já festejava mais uma vitória no Campeonato Brasileiro quando o goleiro Lauro, de cabeça, decretou o empate, aos 48 minutos do segundo tempo. Foi a segunda vez que Lauro marcou contra a equipe rubro-negra na sua carreira. Na outra vez, ele atuava pela Ponte Preta, em 2003. O empate por 1 a 1, nesta quarta-feira, no Estádio Mané Garrincha acabou premiando o esforço da Lusa que partiu para buscar o gol quando estava com apenas dez jogadores, uma vez que Ferdinando foi expulso.

O resultado fez o Flamengo chegar aos 14 pontos e ocupar a 12ª posição. A Portuguesa ocupa a penúltima posição com nove pontos ganhos. Apesar de ter mostrado mais ambição ofensiva do que o adversário, o time rubro-negro não conseguiu concretizar as oportunidades e acabou punido com o gol no final do jogo.

Na próxima rodada, o Flamengo enfrentará o Fluminense, no Maracanã.A Portuguesa enfrentará o São Paulo, no Canindé.

O jogo- Diante de um público pequeno, o Flamengo partiu para cima da Portuguesa, mas não encontrou facilidades por causa do bem montado sistema defensivo da equipe paulista. Mesmo marcando a saída de bola da defesa adversária, o Flamengo não conseguia criar condições para finalizar, com sucesso.

Arte GE.Net
Só aos 11 minutos é que a equipe da Gávea provocou o primeiro momento de emoção quando Nixon apanhou rebote da zaga e chutou forte, para boa defesa do goleiro Lauro. Logo depois, o time dirigido por Mano Menezes conseguiu criar outra oportunidade, quando Elias invadiu pela direita e cruzou para Hernane que chegou atrasado e desperdiçou a chance.

O Flamengo tentava abrir espaços da defesa paulista, utilizando as penetrações dos laterais Leonardo Moura e João Paulo, mas a Lusa se defendia com muita valentia. Aos 22, foi a vez de Gabriel experimentar para outra boa defesa de Lauro. A Portuguesa praticamente não chegava na área rubro-negra.

Aos 33 minutos, Hernane, substituto de Marcelo Moreno, desperdiçou uma oportunidade incrível.Ele recebeu bom passe de Elias, driblou o goleiro Lauro que saiu para tentar fechar o ângulo e, chutou para fora.

A Portuguesa só conseguiu chegar na área carioca em lances de bola parada. Aos 39 minutos, Souza bateu falta e Rogério cabeceou com perigo. No minuto seguinte, Gilberto também ganhou da zaga no jogo aéreo, mas Felipe defendeu.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo. E o Flamengo, apesar de tentar marcar, por pressão, demorou sete minutos para chegar ao gol da Portuguesa. Foi em chute de Elias que não levou perigo para o goleiro Lauro.

A Portuguesa não parecia disposta a sair da defesa e, só aos 11 minutos, fez o goleiro Felipe trabalhar para impedir que Moisés aproveitasse o lançamento de Bruno Henrique. Insatisfeito com o rendimento do ataque, o técnico Mano Menezes trocou Nixon por Paulinho. Aos 20 minutos, a Portuguesa teve a sua primeira grande chance de marcar, quando Bruno Henrique bateu cruzado e com violência,mas Felipe fez grande defesa, impedindo o gol da Lusa.

Aos 21 minutos, Hernane recebeu de Paulinho na área e foi derrubado por Ferdinando. Pênalti que João Paulo converteu,aos 22, colocando o Flamengo na frente do marcador.

Depois do primeiro gol, o time carioca passou a se preocupar em administrar a vantagem, uma vez que a Portuguesa não mostrava forças para reagir. Só aos 32 minutos, é que o Flamengo voltou a incomodar, na conclusão rasteira de Hernane, bem defendida por Lauro.

O técnico Guto Ferreira gastou todas as substituições, mas não conseguiu fazer a Portuguesa melhorar de produção. Aos 41 minutos, Ferdinando, que já tinha cartão amarelo, atingiu o rosto de Elias e foi expulso de campo, reduzindoas chances de reação da sua equipe.

Nos minutos finais, o Flamengo passou a atuar de forma mais cautelosa para garantir o resultado, mas acabou castigado aos 48 minutos. Após cobrança de escanteio, o goleiro Lauro subiu mais do que a zaga, cabeceou e colocou a bola nas redes rubro-negras.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade