Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Com lesão grave, Guiñazu não tem previsão de retorno ao Vasco

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Dorival Júnior recebeu duas notícias ruins na tarde desta terça-feira. Os volantes Guiñazu e Sandro Silva, lesionados, vão desfalcar o Vasco nas próximas partidas. O caso mais grave é a do argentino com uma ruptura muscular de grau 3 no músculo superior da coxa direita. O recém-contratado ficará, no mínimo, três meses longe dos gramados e poderá até ser operado.

"Ainda vamos fazer um novo exame de imagem na próxima semana para saber se será necessário operar ou não. No entanto, mesmo se não for necessária a cirurgia, o jogador ficará um longo período em recuperação. Sendo muito otimista, são dois meses fora", afirmou o médico Albino Pinto.

Já Sandro Silva, com estiramento no joelho, vai ficar fora do time por três semanas. Com isso, Dorival Júnior já iniciou a monatagem da equipe sem os jogadores e escalou no treino Fillipe Soutto e o jovem Fabrício Baiano, que veio das categorias de base. Isso porque Wendel, substituto natural do setor, está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Outra ausência por suspensão será o zagueiro Renato Silva. COm isso, Jomar ganha nova chance entre os titulares. A boa notícia foi a participação de Juninho Pernambucano, que praticamente garantiu presença na partida. Assim, a escalação do Vasco para encarar a Ponte Preta, nesta quinta-feira, em São Januário, deverá ter: Diogo Silva, Nei, Jomar, Rafael Vaz e Yotún; Fabrício Baiano, Fillipe Soutto, Pedro Ken e Juninho Pernambucano; Éder Luís e André.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade