Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Com futuro incerto, Bale é cortado da seleção pela condição física

Londres (Inglaterra)

A seleção do País de Gales estará desfalcada no amistoso contra a Irlanda, nesta quarta-feira. Praticamente acertado com o Real Madrid, Gareth Bale, ainda no Tottenham, foi cortado do jogo. De acordo com o técnico Chris Coleman, a decisão foi baseada na condição física do jogador.

“Bale está há três semanas sem jogar, estão é muito perigoso ele jogar uma partida internacional agora. Falamos com ele e analisamos a informação que chegou do Tottenham, e aí decidimos isso; Fisicamente, está sem condições. E não podemos colocar em risco, porque não é atleta nosso”, explicou.

Revelando que o ‘curinga’ fará trabalhos específicos, o treinador do País de Gales só se esquivou quando foi perguntado sobre o valor que o Real estaria disposto a desembolsar – aproximadamente R$ 300 milhões, no que seria a maior cifra da história das transferências no futebol.

“Não posso falar se ele vale isso ou não. Não é culpa do Bale ou do Tottenham, mas sim do preço que o clube quer pagar. Se querem o jogador e precisam pagar essa quantia, que seja, porque pagarão. Não é bom nem ruim, mas sim futebol”, filosofou Coleman.

AFP
Cortado da seleção "pelo físico", Bale teria revelado a colegas que não joga mais no Tottenham (foto: CARL COURT)
Enquanto está focado nas conversas com o presidente dos Spurs, Daniel Levy, para a rescisão contratual, Bale vai se despedindo dos seus colegas. Segundo o jornal inglês The Sun, ele confirmou para os companheiros de seleção que não voltaria a vestir mais a camisa do clube de Londres.

A publicação vai além e garante que Bale estaria muito triste com a sua situação, já que sonha em jogar no Santiago Bernabéu e não é correspondido por Levy, considerado um dos mais duros negociadores de todo o futebol europeu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade