Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

De volta a Campinas, Vadão quer triunfo em duelo direto para embalar

Criciúma (SC)

Velho conhecido do futebol campineiro, com passagens por Guarani e Ponte Preta, o treinador Oswaldo Alvarez está de volta à cidade do interior paulista para um confronto decisivo de sua atual equipe. Com 11 pontos conquistados, o Criciúma está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro e encara a Macaca, neste domingo, no Estádio Moisés Lucarelli. O adversário do Tigre tem apenas um ponto a mais e, em caso de derrota, pode ocupar o lugar do time catarinense na degola.

“É um confronto direto. Se conseguirmos uma vitória nós os ultrapassamos e daqui pra frente começará uma sequência de jogos deste tipo. Essa sequência de resultados no confronto direto neste momento é mais importante do que nos outros jogos, mas o campeonato já começou faz tempo e poderíamos estar em uma condição melhor”, analisou Vadão.

Com três passagens pelo Moisés Lucarreli, sendo a última em 2006, Oswaldo Alvarez conhece bem as principais características da equipe campineira. Ciente do poder da Ponte Preta em Campinas, empurrada por seu exigente torcedor, o treinador pede respeito diante da equipe comandada por Paulo César Carpegiani.

“A Ponte Preta é uma equipe que dentro de casa tem força, a torcida é muito exigente. Eles têm por característica ser um time muito pegador e é assim que a gente espera o jogo”, destacou o treinador do Criciúma. O duelo em Campinas, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, será neste domingo, às 18h30 (de Brasília).

Divulgação/Criciúma
Com três passagens pelo Moisés Lucarreli, Oswaldo Alvarez conhece bem ao adversário (Crédito: Lucas Jorge)

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade