Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Desatenção no início dos jogos incomoda Walter e Enderson no Goiás

Goiânia (GO)

Nas duas últimas partidas pelo Campeonato Brasileiro, o Goiás não conseguiu vencer e ainda sofreu com o vacilo nos primeiros minutos dos jogos. Depois da desatenção resultar em derrota por 2 a 1 para o Bahia no final de semana, o Esmeraldino voltou a cochilar e desta vez ficou no empate em 1 a 1 com o Vasco da Gama em pleno Serra Dourada.

Os cariocas dominaram a partida desde o apito inicial e conseguiram abrir o placar logo aos 15 minutos em bonito gol do meio campista Pedro Ken. Em desvantagem, os donos da casa tiveram de superar o nervosismo, as vaias da torcida e a bem-postada defesa vascaína, que só foi superar aos 42 minutos do segundo tempo em gol de pênalti do centroavante Walter.

“Até tomarmos o gol, nosso time foi muito mal. Não articulou jogadas e não impôs ritmo, só depois controlamos o jogo. Uma partida tem 90 minutos e o gol pode sair a qualquer instante. A um minuto como foi contra o Bahia é que não é comum. Temos que agradecer a entrega desses jogadores que sempre buscam os três pontos, principalmente diante de uma equipe madura”, elogiou o técnico Enderson Moreira.

Herói da partida em Goiânia, Walter chegou ao 17º gol na temporada e teve de cobrar empenho dos companheiros durante toda a partida. O centroavante também destacou a insistência da equipe e afirmou que a única maneira de espantar a má fase é ter calma e tranquilidade para trabalhar a bola e furar as defesas rivais.

“Nosso time está sempre jogando bem, mas não está vencendo. Precisamos ter mais calma, porque estamos levando gol no começo do jogo e aí fica difícil correr atrás. O time está de parabéns por ter pressionado o tempo inteiro e no finalzinho ainda teve uma bola com o Júnior Viçosa que poderia ter dado a vitória”, lamentou o camisa 18, relembrando cabeçada que o goleiro Diogo Silva salvou no último lance da partida.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade