Futebol/Troféu Joan Gamper - ( - Atualizado )

Dracena pede Santos “sem medo” e relembra disputas com Neymar

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Apesar da diferença de idade entre os dois, o zagueiro Edu Dracena e o atacante Neymar - 32 e 21 anos de idade, respectivamente - mantinham um bom convívio no Santos. O fato é ressaltado pelo próprio defensor. Porém, nos tradicionais rachões, Dracena e a Joia ficavam em lados opostos, semelhante ao que irá ocorrer no amistoso desta sexta-feira, no qual o Peixe visita o Barcelona (Espanha), no Camp Nou. Mas o capitão santista prometeu dedicação integral para ajudar a sua equipe a conquistar o Troféu Joan Gamper, tradicional torneio de pré-temporada dos catalães.

“São situações que a gente tem de passar e enfrentar sem ter medo. É amistoso, os dois times tem o direito de errar. São duas equipes, escolas de futebol e com tradição de revelar grandes jogadores”, destacou o zagueiro.

Ricardo Saibun/Santos FC
Zagueiro Edu Dracena projetou reencontro com o 'adversário' Neymar no Troféu Joan Gamper
Já sobre os embates com Neymar, Edu Dracena lembrou, em tom descontraído, que as disputas entre as equipes dele e da Joia, nos rachões, costumavam ser bastante equilibradas. “Nem contei ainda, mas deve ter empatado (no retrospecto geral). Uma época a gente ganhou mais e ele perdeu, numa outra, foi o contrário. Deve ter sido ‘elas por elas‘”, comentou.

No entanto, o capitão alvinegro fez questão de ressaltar que o mais importante para o clube praiano é a oportunidade de entrar em campo em um jogo de repercussão internacional. “Não é o time do Edu contra o time do Neymar. É Santos contra Barcelona. Nós queremos representar bem o Santos, fazer o máximo, independentemente de ser um amistoso ou não. É importante para o clube e para os mais jovens, que vão poder mostrar talento no futebol mundial”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade