Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

"Em casa", Bernard exalta elencos e foca presença no Mundial de 2014

Basileia (Suíça)

Falam que o pior problema do futebol ucraniano para os jogadores brasileiros é a adaptação ao País, que tem cultura e temperatura diferentes das do Brasil. Comprado pelo Shakhtar Donetsk, colônia verde-amarela, o meia-atacante Bernard garantiu que já está se acostumando com o seu novo clube.

“Me sinto em casa; Estou até levando meus pais para morarem comigo; O técnico Mircea Lucescu também é obcecado pelo futebol brasileiro, tendo toda preocupação em nos orientar”, comemorou o jogador, que exaltou o projeto para esta temporada europeia, ao site oficial da CBF: “Está pensando grande”.

Bernard também negou que errou ao deixar o Brasil com apenas 20 anos de idade. “Acho que tudo na vida tem o tempo certo. Se Deus quis que acontecesse agora, é porque tem algo bom reservado pra mim. Tenho que encarar tudo como um novo desafio, aprendendo mais e mais”.

Divulgação
No 'frio' Shakhtar, Bernard poderá continuar provando para Felipão que é jogador de Copa do Mundo
E, de fato, Bernard vem adquirindo experiência recentemente. A última em seu currículo foi o título da Copa das Confederações pela Seleção Brasileira. De acordo com o jovem atleta, o rápido entrosamento com o elenco montado por Felipão é algo inédito na sua ainda precoce carreira.

“Os jogadores estão sempre alegres. Todo mundo se cumprimenta pela manhã. Isso é difícil de se ver. Não estava acostumado. Todos me aconselham e tentam me deixar à vontade”, destacou o meia-atacante, que vê a participação na Copa do Mundo de 2014 como o seu maior objetivo.

Para vencer a concorrência no time nacional e estar no Mundial daqui a menos de um ano, Bernard sabe o que tem que fazer. “Não basta estar bem só no momento. Tem que provar todos os dias. Hoje, estou na Seleção, mas a concorrência é muito grande, e só 23 jogadores irão pra Copa”, finalizou.

Nesta quarta-feira, às 15h45 (de Brasília), Bernard poderá justificar mais uma convocação de Felipão. O Brasil fará o seu primeiro jogo após ser campeão da Copa das Confedrações, em amistoso contra a Suíça, no St. Jakob-Park Stadium, na Basileia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade