Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Em jogo fraco, ABC e Oeste ficam no empate por 0 a 0

Natal (RN)

ABC e Oeste protagonizaram um jogo fraco tecnicamente nesta terça-feira. A equipe potiguar tentou se aproveitar do mando de campo para chegar à segunda vitória na Série B do Campeonato Brasileiro, mas não saiu do empate por 0 a 0.

O Mais Querido teve as melhores chances do jogo, que teve os momentos de maior emoção concentrados no final, mas não conseguiu o resultado. A Onça, por outro lado, não retomou a boa fase do início da competição e ainda teve João Denoni expulso já no final da partida.

Assim, o time potiguar segue na lanterna da Série B com apenas sete pontos. O Rubrão, enquanto isso, soma 16 pontos na 13ª colocação da segunda divisão nacional.

Arte GE.Net
O jogo – Mesmo atuando como visitante, o Oeste criou a primeira oportunidade do jogo. Aos nove minutos, Mauro Viana avançou pela direita e cruzou para finalização cruzada de Wanderson que saiu com perigo pela linha de fundo.

Apesar da tentativa dos paulistas, o jogo era morno. O ABC insistia em descidas pela direita com Renato, que acabou se lesionando e deixando o jogo aos 23 minutos, e Jean Carioca.

A tática só levou perigo aos 29 minutos, quando Carioca sofreu falta na meia-direita e, na cobrança, Vinicius cruzou para cabeçada de Bileu que saiu à esquerda do gol.

O time potiguar ainda teve mais duas oportunidades no primeiro tempo, mas parou no goleiro Fernando Leal em ambas. Aos 36 minutos, o arqueiro saiu da área para desarmar Diogo Barcellos e, aos 43, realizou grande defesa em finalização de Gilcimar.

A etapa final começou em ritmo lento, com as equipes criando poucas jogadas. Fora um chute despretensioso de Bileu aos 17 minutos, a primeira finalização de nota veio aos 21, quando Gilcimar tentou encobrir Fernando Leal e mandou a bola pro cima do gol.

Por conta de um carrinho no meio-campo, João Denoni recebeu o segundo cartão amarelo e deixou o Oeste com um homem a menos. Apesar disso, a equipe teve uma grande chance aos 47 minutos, quando Bruno Savino puxou contra-ataque e bateu na entrada da área por cima do gol.  

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade