Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Em meio à crise, Laor pede afastamento de um ano da presidência

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Em meio à crise política nos bastidores do Santos, com um grupo de conselheiros apresentando nesta quinta-feira um pedido de impeachment, o presidente do clube praiano, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, apresentou uma solicitação de afastamento por um ano do cargo. O pedido de Laor foi anunciado na reunião extraordinária do Conselho Deliberativo do Peixe, na noite desta quinta, na Vila Belmiro.

O mandatário santista vem colecionando problemas de saúde nos últimos tempos e, por esta razão, decidiu pedir um novo afastamento aos conselheiros, que aprovaram a solicitação por unanimidade. O vice Odílio Rodrigues assume interinamente o posto.

A nova licença médica de Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro esfria a pressão interna pela sua saída, que aumentou depois da goleada sofrida pelos alvinegros para o Barcelona (Espanha), por 8 a 0, no último dia 2, no Camp Nou.

Na semana passada, o dirigente chegou a demitir dois membros do Comitê de Gestão do Santos – Pedro Luiz Nunes Conceição e Caio De Stefano –, que vinham fazendo resistência a Laor nos bastidores. Além deles, Luciano moita pediu demissão do órgão. O presidente também despediu Nei Pandolfo, contratando Zinho para ocupar a gerência de futebol.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade