Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Em meio à polêmica entre Ceni e Ney Franco, Muricy defende o goleiro

São Paulo (SP)

Tricampeão brasileiro pelo São Paulo, o técnico Muricy Ramalho defendeu o goleiro Rogério Ceni nesta quarta-feira. Em entrevista concedida à Rádio Jovem Pan, o treinador disse que o capitão tricolor não influencia tanto as decisões tomadas pela diretoria, como foi dito pelo ex-comandante são-paulino, ao jornal O Globo, na última terça-feira.

"Ele não tem todo esse poder que estão falando. Estão exagerando demais nisso aí. Dizem que o Juvenal pergunta para ele sobre reforços, mas não pergunta, não. Eu conheço o Juvenal”, disse Muricy.

O treinador também discordou das declarações dadas pelo então diretor de futebol do São Paulo, Adalberto Baptista, que questionou as condições físicas de Ceni.

“Não acho que ele está mal. Se não fosse ele contra o Bayern, o São Paulo tomaria seis ou sete”, afirmou.

Ricardo Saibun/Santos FC
Muricy Ramalho era o nome preferido de boa parte da torcida são-paulina para substituir Ney Franco
Também nesta quarta, o goleiro tricolor rebateu as críticas de Ney Franco, afirmando que se tivesse tanto poder dentro do São Paulo, teria demitido o treinador muito antes.

“Conheço ele desde garoto. Ele tem uma opinião muito forte, se preocupa com a profissão dele, com o time dele. É o cara que mais treina, que mais se preocupa. Ele impõe respeito”, completou Muricy.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade