Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Empate contra rival 'mais caro' vira fator de motivação no Botafogo

Rio de Janeiro (RJ)

Enquanto o Botafogo vive momento delicado financeiramente, o Internacional não poupou esforços e cifras para montar o elenco para a disputa do Campeonato Brasileiro. Na última quinta-feira, os dois times fizeram jogo eletrizante e empataram em 3 a 3, resultado que foi comemorado pelos cariocas na saída do Maracanã.

Apesar de jogar em casa e de ter levado o gol de empate já aos 49 minutos do segundo tempo, o Glorioso preferiu reclamar da arbitragem de Wilton Pereira Sampaio, que permitiu a cobrança de escanteio que originou o gol do lateral esquerdo Fabrício nos instantes finais. O volante Marcelo Mattos, por exemplo, teve de ser retirado de entrevista para rádios para evitar possível punição por críticas ao árbitro.

Passado o nervosismo pelo tropeço inesperado, Clarence Seedorf analisou o resultado conquistado no Rio de Janeiro e exaltou a conquista da liderança da Série, já que o Cruzeiro acabou derrotado pelo Grêmio na quarta-feira. De acordo com o holandês, autor do segundo gol botafoguense em cobrança de pênalti, a atuação diante do Inter deve ser levada como exemplo para o restante do ano.

“Cada um tem que fazer seu o papel para levar o time para frente. Somos um time jovem que precisa crescer, mas já temos condição de lutar até o final. Temos que saber que serão muitos obstáculos em nosso caminho, como o Inter, que é muito forte. Mesmo assim dominamos o jogo todo e é isso que levaremos para as próximas partidas”, destacou o maestro alvinegro.

Um dos mais irritados após o apito final com o desempenho do árbitro, o lateral esquerdo Julio Cesar apresentou discurso semelhante ao de Seedorf. Para o ala, que iniciou a jogada do segundo – e mais bonito – gol de Vitinho na partida, o Botafogo encarou uma equipe que favorita ao título e tem totais condições de recuperar os pontos perdidos em casa longe do Rio.

“Está todo mundo perdendo ou empatando (Cruzeiro e Coritba), o campeonato é assim. Enfrentamos um time candidato ao título, com investimento muito mais alto e jogamos muito melhor. Agora vamos recuperar esses pontos perdidos na casa dos adversários. Pelo menos saímos daqui como líderes”, exaltou Julio Cesar, sobre o duelo com a Portuguesa às 16 horas (de Brasília) neste domingo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade