Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Estrangeiros decidem e Grêmio vence primeira fora de casa

Salvador (BA)

Um lance de muita coragem do paraguaio Riveros decidiu o equilibrado duelo entre Bahia e Grêmio a favor dos gaúchos, que venceram por 3 a 0 na Arena Fonte Nova. O volante marcou, de peixinho, o primeiro gol do jogo. Na jogada, ele dividiu com dois zagueiros e acabou sendo atingido na cabeça por um deles. Depois do gol, ele acabou substituído. Maxi Rodriguez ampliou e Guilherme Biteco fechou o placar.

A vitória foi a primeira do Grêmio fora de casa nesta edição do Campeonato Brasileiro. Com os três pontos, a equipe chegou a 19 pontos, ultrapassando o próprio Bahia, que estava na oitava posição e agora é o nono. Os gaúchos agora estão em sétimo.

Na próxima rodada, o Grêmio recebe o líder do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro, para tentar embalar. Já o Bahia visita o Galo para se recuperar da derrota.

O jogo - Com o apoio da torcida, o Bahia começou melhor e logo aos dez minutos assustou pela primeira vez. Titi subiu mais alto que a zaga gremista e carimbou a trave de Dida.

Os baianos dominavam a posse de bola e pressionavam a saída de bola do Grêmio, impondo muita dificuldade para seus visitantes. Aos 35 minutos, com Wallyson tentando passe cruzado para Fernandão, os anfitriões voltaram a assustar Dida, mas Rhodolfo não deixou que o lance se concretizasse. Apesar de melhor, o Tricolor baiano não inaugurou o placar no primeiro tempo e isto foi fatal.

O Grêmio voltou mais ligado para a segunda etapa e agora eram os gaúchos quem pressionavam a saída de bola dos rivais. Barcos, mal na partida, chegou a sofrer um pênalti, mas não foi marcado. Em outro lance, ele desperdiçou contra-ataque claro.

Arte GE.Net
Aos 23 minutos veio o lance que desequilibrou o duelo. Elano recebeu ótimo cruzamento e cabeceou por cima de Marcelo Lomba. A bola beliscou o travessão e, no rebote, Riveros se atirou de peixinho para marcar, entre dois zagueiros. Em seguida, o paraguaio teve de ser substituído por Guilherme Biteco.

Cinco minutos depois, Titi perdeu a cabeça e deu um tapa em Elano. O zagueiro do Bahia foi expulso direto e seu time se desestruturou em campo.

Aos 32, Maxi Rodriguez, que havia acabado de entrar no lugar de Elano, bateu de fora da área e viu a bola desviar em Rafael Donato para enganar Marcelo Lomba e entrar de mansinho no gol.

Guilherme Biteco, aos 44 minutos, recebeu dentro da área, em contra-ataque mortal e deu um tiro cruzado rasteiro indefensável, fechando o placar.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade