Futebol - ( - Atualizado )

Exames apontam "lesão grave", e Guilherme para por dois meses

Marcos Guedes São Paulo (SP)

De volta a São Paulo após o empate do Corinthians com o Fluminense, Guilherme passou por exames de imagem. Como era esperado, os médicos não gostaram do que viram no músculo adutor da coxa esquerda do volante e anunciaram “uma lesão muscular grave”.

Guilherme agradece colegas

De acordo com Júlio Stancati, o prazo de recuperação estimado é de cerca de dois meses. "Vai depender da evolução no tratamento, mas é uma lesão de grau três, uma lesão mais grave. Então, pode ficar entre 50 e 60 dias", afirmou o médico.

Uma lesão muscular leve requereria um período de sete a dez dias de recuperação. Um problema médio, de grau dois, empurraria o prazo para algo entre 30 e 45 dias. Como a contusão de Guilherme é “grave”, é bom que o Corinthians se acostume com Ibson de segundo volante.

Divulgação/Agência Corinthians
Guilherme espera demorar menos do que demorou Renato Augusto para voltar (foto: Daniel Augusto Jr.)
O camisa 19 sentiu a região da virilha no segundo tempo do confronto com o Fluminense e foi imediatamente substituído. De acordo com Tite, chorou bastante no vestiário ocupado pelo time alvinegro no novo Maracanã e ganhou o apoio dos companheiros.

No desembarque em Guarulhos, nesta quinta, Guilherme já se mostrava relativamente conformado e ciente de que a lesão não era das mais leves. Renato Augusto tem um histórico muito pior de questões musculares, mas ficou mais de três meses após uma contusão grave na coxa direita neste ano.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade