Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Fluminense respeita São Paulo, mas quer aproveitar desespero rival

Gazeta Press Rio de Janeiro (SP)

O máximo de cuidado para que nada possa parecer uma provocação ao adversário. Assim que os jogadores do Fluminense estão agindo quando abordados sobre o duelo deste domingo, diante do São Paulo, às 16 horas (de Brasília), no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Isto porque os são-paulinos estão mergulhados em uma grave crise, na zona de rebaixamento e há 12 jogos sem ganhar. Porém, os cariocas deixam evidente o desejo de se aproveitar do momento vivido pelo rival para conquistar o triunfo.

“Já enfrentamos outras equipes que estão na zona de rebaixamento, como aconteceu na semana passada, quando derrotamos o Náutico (1 a 0). Portanto, sabemos como nos comportar neste tipo de situação. O São Paulo tem muita qualidade, potencial para deixar rapidamente essa situação. Mas temos que tentar tirar proveito do momento deles para conseguirmos a vitória. Isso será possível se formos inteligente e conseguirmos usar a pressão sobre eles a nosso favor. Estamos preparados”, afirmou o zagueiro Gum.

O goleiro Diego Cavalieri adotou a mesma linha de pensamento e receitou atitude ao time. “O São Paulo vai precisar tomar a iniciativa do confronto, pois sabe que, se não ganhar o jogo, a sua situação vai piorar. Assim, vai partir para decidir desde cedo. O Fluminense não pode ficar apenas acuado em seu campo esperando o São Paulo jogar para buscar o contra-ataque. Mas precisamos de muita tranquilidade para encontrarmos os espaços na hora certa. Não podemos ter afobação na busca da vitória, já que a maior responsabilidade em um primeiro momento da partida com certeza estará com o São Paulo”, analisou.

“O São Paulo vai jogar em casa e com certeza vai querer tomar a iniciativa do confronto, pois está em uma situação que não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória. O Fluminense precisa ser inteligente para saber lidar com essa situação. Temos que deixar o tempo passar e fazer o relógio correr a nosso favor”, acrescentou o lateral-esquerdo Carlinhos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade