Futebol/Campeonato Brasileiro Série C - ( - Atualizado )

Goleiro elogia Guarani e lembra de "várias desavenças" no Paulista

São Paulo (SP)

Rebaixado para segunda divisão do Campeonato Paulista nesta temporada, o Guarani conseguiu recuperação no Campeonato Brasileiro da Série C e é um dos grandes destaques do torneio nacional. E, em entrevista ao programada Disparada do Esporte, da Rádio Gazeta AM, nesta quarta-feira, o goleiro Juliano definiu a mudança de postura do elenco como ponto fundamental para reação.

“Este grupo está mais fechado do que no Paulista, quando houve várias desavenças entre os atletas. Agora esse plantel está mais unido, uma família. Acredito que o Guarani não teria caído no Estadual com esse plantel”, destacou o jogador.

Na campanha realizada no torneio regional, o Guarani somou apenas dez pontos e encerrou a primeira fase na última colocação, sendo rebaixado para segunda divisão. Além disso, o clube campineiro ainda teve a pior defesa do Campeonato Paulista, com 41 gols sofridos em 19 partidas (média de 2,15 gols por jogo).

Entretanto, desde a chegada do treinador Tarcísio Pugliese, em maio deste ano, o time alviverde ganhou novo ritmo e mudou sua postura dentro de campo. Líder do Grupo B da terceira divisão nacional, com 21 pontos, o Guarani está invicto na competição, com cinco vitórias e seis empates, e ainda sofreu apenas um gol em 11 partidas. A única vez em que a defesa foi superada foi no empate por 1 a 1 com Mogi Mirim, no último domingo.

“Ele cobra mais dos meias e dos atacantes para marcar, sempre frisa que a marcação começa lá na frente. Quanto mais à frente roubarmos a bola, mas fácil é chegar no gol. Nossa zaga foi a mais vazada do paulista. Ele já chegou falando que primeiro marcaríamos e depois atacaríamos. Precisamos continuar assim no campeonato

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade