Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Jorginho parabeniza Náutico, mas pede o dobro para o Brasileiro

Recife (PE)

O técnico Jorginho reconheceu o esforço do Náutico para fazer 2 a 0 no Sport e levar a partida para a disputa de pênaltis na Arena Pernambuco, pela Copa Sul-americana. Entretanto, a dedicação ainda não deixou o treinador satisfeito e ele pede mais ao time para deixar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

“Para o Brasileiro o que fez hoje é pouco. Já disse isso a eles. Se nós fizermos só isso não vamos a lugar nenhum. Eles não me enganam. Pra sairmos da situação tem que ser no mínimo o dobro disso”, cobrou o treinador.

Jorginho fez questão de ressaltar que não restou vontade ao time,porém a equipe precisa de mais que isso. “Não posso reclamar deles em termos de vontade e dedicação. Isto não faltou. O jogo foi bom, eles se entregaram ao máximo, como têm feito em todos os jogos. Foram mais atrevidos e objetivos, mas, desta vez, a diferença é que duas bolas entraram”.

Quanto ao meia argentino Diogo Morales, Jorginho explicou que o atleta ainda vive um período de adaptação, o que exige cautela. “Eu tenho o maior cuidado com o cara que vem de fora do Brasil. Eu tive a oportunidade de assistir treino na Argentina e no Chile. O argentino tem uma vontade natural, mas tanto ele quanto o chileno treina pouco. O ritmo aqui é alucinante. Por isso não podemos estragar o atleta que tem até uma qualidade técnica boa. Ele sabe jogar, mas não posso colocá-lo para puxar contra-ataque e das vezes que ele tentou os caras o atropelaram. Não é a característica dele”, explicou.

Divulgação/Site Oficial
Jorginho reconhece esforço, mas sabe que é preciso mais para equipe reverter situação no Brasileirão

A prova do forte ritmo do Brasileirão é a maratona de jogos. O Náutico tem pela frente o Atlético-PR no sábado e na quinta-feira já enfrenta o Vasco na competição nacional. “Brasileiro é regularidade e pra isso requer uma série de coisas; condição física, técnica e tática, desempenho, qualidade. Fica mais difícil ainda quando você vê uma tabela dessa e aí peço desculpas, é desumano. Mas digo a você, torcedor. Esses jogadores são merecedores de conseguir tirar o clube dessa situação”, ressaltou Jorginho.

Com 2 a 0 na Ilha do Retiro para o Sport e o mesmo placar favorável ao Timbu na Arena Pernambuco, a partida pela Copa Sul-americana foi decidida nos pênaltis, onde brilhou a estrela do goleiro Magrão, que pegou três cobranças do Náutico e garantiu o Sport na próxima fase.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade