Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Juba marca no fim, Boa encosta no G-4 e deixa Azulão perto da degola

São Caetano do Sul (SP)

Apenas 357 pessoas foram corajosas, enfrentaram a noite fria do ABC paulista e compareceram ao Estádio Anacleto Campanella para o confronto entre São Caetano e Boa Esporte pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os noventa minutos de partida, no entanto, não foram compensadores. O jogo se encaminhava para um ruim empate sem gols, mas o time mineiro surpreendeu nos minutos finais e garantiu a vitória por 1 a 0.

Com a derrota, o São Caetano permaneceu com 16 pontos ganhos, na 16ª colocação, podendo entrar na zona de rebaixamento até o final da rodada que termina neste sábado. O Boa Esporte chegou aos 26, subindo para a quinta posição, encostando no G-4.

Para se distanciar da zona de rebaixamento, o São Caetano joga fora de casa na próxima rodada. No dia 23, o time do ABC paulista encara o Joinville, na Arena catarinense, às 21 horas (de Brasília). O Boa Esporte, por sua vez, volta a atuar em casa, diante do líder Palmeiras, dia 24, às 16h20, no Melão.

O jogo - O frio do ABC paulista ajudou, mais uma vez, a afastar o público do Anacleto Campanella, e os 357 torcedores presentes não conseguiram se animar com o desempenho das suas equipes ao longo do primeiro tempo. Em casa, o São Caetano ficou mais tempo no ataque, mas não conseguiu balançar as redes antes do intervalo.

Arte GE.Net
A primeira chance, no entanto, foi da equipe mineira. Logo aos dez minutos da etapa inicial, Fernando Karanga se aventurou no ataque, recebeu o passe dentro da área, dominou no peito e saiu na cara do goleiro Rafael. O lateral do Boa tentou tirar do arqueiro adversário, mas errou o alvo e a bola saiu pela linha de fundo.

Depois do susto, o São Caetano melhorou e Samuel Santos quase abriu o placar aos 17. Com o domínio do jogo, o Azulão permaneceu no campo de ataque. Aos 28, Jael mostrou oportunismo, se esticou na área para ganhar dos zagueiros e deu um leve toque para tirar do goleiro Douglas. A bola, porém, passou muito perto da trave e foi para fora.

Antes do apito final da primeira etapa, o Boa Esporte voltou a assustar com Fernando Karanga. O defesa do São Caetano vacilou aos 32 minutos e Rodrigo Souza aproveitou para chutar de longe. Rafael consegui fazer a defesa, mas soltou a bola nos pés do atacante mineiro, que parou novamente no arqueiro do Azulão.

Logo na volta da etapa complementar, o São Caetano teve a sua melhor chance no jogo. Aos oito minutos, Douglas não conseguiu segurar o chute de fora da área e soltou a bola para o meio da área. Jael chegou para conferir e teve o gol aberto para balançar as redes, mas errou o alvo.

O time mineiro respondeu aos 14, obrigado Rafael Santos a fazer mais uma boa defesa. Luiz Paulo aproveitou o cruzamento da esquerda, mas parou no arqueiro do Azulão. No rebote, Fernando Karanga dominou na área, driblou o zagueiro, ajeitou para o pé direito, mas mandou por cima do gol.

Os dois lances mexeram com as equipes, que se animaram e passaram a buscar com mais intensidade o campo de ataque. O ímpeto, no entanto, durou pouco. Com o passar dos minutos, a partida se encaminhava para o empate sem gols, mas o Boa Esporte surpreendeu e garantiu o importante triunfo nos minutos finais.

Aos 42 do segundo tempo, Fernando Karanga encontrou Juba dentro da área, o atacante dominou bem, bateu cruzado e venceu o goleiro Rafael Santos. Era a vitória do Boa Esporte em São Caetano do Sul.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade