Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Luxemburgo institui "pijama training" e garante titulares contra o São Paulo

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Nos bastidores das Laranjeiras a maior parte dos dirigentes do Fluminense não acredita na conquista do título do Campeonato Brasileiro. Embora não se manifestem abertamente, o presidente Peter Siemsen e o empresário Celso Barros, presidente da Unimed, principal patrocinadora do clube, defendem que a Copa do Brasil seja priorizada. Porém, essa linha de pensamento ainda não vai ser seguida, e o técnico Vanderlei Luxemburgo avisou que não vai preservar jogadores para a partida deste domingo, às 16 horas (de Brasília), contra o São Paulo, no Morumbi, pela 16ª rodada do Brasileirão.

"Vamos recuperar os jogadores até domingo, pois temos tempo para isso. É pijama training. Vou procurar fazer os jogadores descansarem de pijama, muito bate papo, cervejinha, descanso", brincou Vanderlei.

O treinador, porém, não descartou que, mais à frente, com o Fluminense avançando na Copa do Brasil, possa preservar os titulares. Neste instante, entretanto, entende que seria arriscado, pois poderia comprometer a tranquilidade do Tricolor no Campeonato Brasileiro. Hoje o time aparece com 18 pontos, em 13º lugar, apenas quatro pontos acima do Criciúma da zona de rebaixamento.

Ricardo Ayres/Photocamera
Luxemburgo brincou, mas garantiu que vai escalar força máxima, domingo, contra o São Paulo

"Hoje nós temos dezoito pontos e isso é muito pouco neste momento. Precisamos subir mais na tabela de classificação para termos alguma tranquilidade. Com as coisas mais calmas podemos, mais na frente, avaliar de priorizar em algum momento uma competição que esteja mais importante para nós", avisou Vanderlei.

Nesta quinta-feira o dia foi de trabalho apenas para os atletas que não participaram da vitória por 1 a 0 sobre o Goiás, na noite de quarta-feira, pela rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O elenco se reapresenta na manhã desta sexta-feira, quando Vanderlei Luxemburgo vai começar a pensar na escalação para a partida com o São Paulo.

DECO: Após a vitória sobre o Goiás, nem todos os jogadores do Fluminense comemoraram. Isto porque o meia Deco, que havia sido desfalque nos últimos cinco jogos, voltou a sentir dores na coxa, desta vez na esquerda, e pode ter sofrido a quarta lesão nesta temporada. Durante o tempo como baixa, Deco fez treinamentos físicos específicos para voltar em grande estilo e ajudar o time na Copa do Brasil. Mesmo tendo jogado só a partir dos 28 minutos do segundo tempo, o brasileiro naturalizado português deixou o campo do Maracanã mancando.

Com semblante de abatido, ele evitou contato com a imprensa. Perguntado sobre a situação física do craque, o goleiro Diego Cavalieri revelou tristeza geral. "Quando ele deu sinais de que estava sentindo (dores), fiquei muito triste. No vestiário foi a mesma coisa. Sabemos como é complicado ficar no departamento médico. Ele vinha treinando bem, mas entrou em uma partida pegada e acabou sentindo. É um jogador de extrema importância, então esperamos que não seja nada grave", disse em coletiva de imprensa.

Já Vanderlei Luxemburgo classificou o fato como uma fatalidade. "Trouxemos o Deco pra isso. Mas são coisas do futebol. Infelizmente ele sentiu. Mas vamos trabalhar, porque o Fluminense precisa dele. É uma pena. Precisamos fazer esses jogadores darem resposta ao clube", encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade