Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Mais perto do gol, Osvaldo espera encerrar jejum de seis meses

São Paulo (SP)

Sem Luis Fabiano e Aloísio, suspensos, e Ademilson, que sofreu entorse no tornozelo esquerdo, o único atacante do São Paulo no duelo deste domingo, contra o Botafogo, será Osvaldo. Embora não seja centroavante de ofício, ele comemora a chance de ficar mais próximo do gol, pois não marca há seis meses.

A última vez que o camisa 17 balançou a rede foi em 28 de fevereiro, durante a vitória por 2 a 1 sobre o The Strongest, no Morumbi, pela fase de grupos da Copa Libertadores.

"Sei que tenho condições de conquistar o meu lugar na equipe e ajudar. Desta vez, será uma função nova, porque geralmente jogo mais pelos lados do campo. Mas ficarei mais perto do gol e espero ir bem. Marcando os gols poderei ajudar o São Paulo e mostrar que tenho condições de melhorar", disse ao site do clube.

Nas últimas semanas, quando passou a ser reserva, Osvaldo vinha recebendo atenção especial da preparação física. A exemplo de 2012, quando caiu de produção e se reergueu sob comando de Ney Franco, ele espera novamente se superar para voltar a ser um dos destaques da equipe agora treinada por Paulo Autuori.

SPFC - Site Oficial
Atacante não faz um gol desde fevereiro, dia da vitória por 2 a 1 sobre o The Strongest (Crédito: Paulo Pinto)
"Sei que me dedicando, como tenho feito, essa fase vai passar. Já mostrei o meu talento aqui outras vezes e consegui reverter a situação. Quando cheguei (no início do ano passado), fiquei de fora até de alguns jogos, e minha situação era pior, mas deu tudo certo depois", recorda.

Outra opção para Autuori no Maracanã será Welliton. O centroavante, que estava afastado no Grêmio desde julho, será relacionado por conta da falta de alternativas e pode fazer sua estreia pelo São Paulo no decorrer da partida, marcada para as 16 horas (de Brasília) deste domingo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade