Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Maxi se coloca ao lado de Cajá e pede apoio da torcida do Vitória

Eduardo Mendoza, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

Mesmo sendo um dos xodós da torcida do Vitória, Maxi Biancucchi reforçou as reclamações de Renato Cajá. Após o criticado meia deixar o campo no primeiro tempo do triunfo por 2 a 1 sobre a Portuguesa no Barradão disparando contra as vaias, o atacante argentino lamentou a postura da torcida e pediu apoio.

“Não é bom que a torcida vaie os companheiros, até porque estamos fazendo um bom campeonato e merecemos um pouco mais de apoio”, declarou o artilheiro do Campeonato Brasileiro com sete gols em entrevista à GE.Net.

O Leão da Barra faz grande campanha como mandante: em casa, foram quatro vitórias e dois empates. As críticas dos torcedores vieram por conta da má atuação no primeiro tempo contra a Lusa, quando o clube paulista dominou as ações do jogo mesmo sem balançar as redes. Apesar de reconhecer que as vaias não são positivas, Maxi ressaltou que esse tipo de situação é normal.

“Faz parte, acho que no Brasil e na própria América do Sul as torcidas são assim, cobram sempre um ótimo jogo. Quando isso não acontece, começa uma dúvida na torcida. Estamos preparados para isso e tentaremos melhorar”, comentou.

Nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), o Vitória, que soma 18 pontos na sexta posição do Campeonato Brasileiro, reencontra sua torcida no Barradão para enfrentar o Fluminense pela 12ª rodada do nacional.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade