Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Com time misto, Verdão tenta seguir tranquilo afastando Boa do G-4

William Correia São Paulo (SP)

Embora líder da Série B do Brasileiro com quatro pontos e um jogo a mais em relação ao segundo colocado, o Palmeiras sempre mostrou humildade em sua campanha. E neste sábado, às 16h20 (de Brasília), mesmo sem seis titulares, o time enfrenta o Boa em Varginha (MG) com a missão de ampliar sua tranquilidade entre os quatro primeiros lugares – está a 14 pontos da quinta posição.

Gilson Kleina tem proibido qualquer empolgação, sem deixar seus atletas nem pensarem em título ainda, ressaltando o acesso como objetivo principal. Com essa mentalidade, segurar um clube que inicia a 17ª rodada na sexta posição é fundamental, como discursou o treinador.

“Precisamos neutralizá-los porque podem entrar no G-4. Temos que ser competentes para neutralizar os pontos fortes deles e impor os nossos. Com inteligência, procuraremos fazer o nosso resultado sem mudar a nossa atitude”, disse Kleina, lembra aos escalados da responsabilidade de manter a boa fase.

O Verdão está invicto há 12 jogos e vive uma sequência de sete vitórias. Mas, pela primeira vez na temporada, se dará ao direito de poupar jogadores. Visando o decisivo duelo pelas oitavas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira, em visita ao Atlético-PR em Curitiba, Kleina deixou meio time fora.

Fernando Prass, Vilson, Juninho e Leandro descansam, Wesley cumpre suspensão e Valdivia trata de edema na coxa direita sem data para voltar. A preocupação com a Copa do Brasil é tanta que Mendieta, substituto imediato do chileno, será reserva em Minas Gerais para diminuir o risco de se machucar. E o reserva Marcelo Oliveira nem viajou por fisgada na panturrilha direita.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Charles será um dos cinco titulares escalados por Kleina com a missão de conter a ascensão do Boa em Varginha
As novidades entre os titulares são o goleiro Bruno, o zagueiro Tiago Alves, o lateral esquerdo Fernandinho, o volante Eguren e o meia Felipe Menezes. Da escalação que venceu o Atlético-PR pela Copa do Brasil, o único setor intacto é o ataque, mais uma vez formado por Ananias e Alan Kardec. E quem entrar em campo terá que respeitar um rival em ascensão.

“O Boa vem de uma vitória importantíssima contra o São Caetano, cresceu muito e tem jogadores experientes que conhecem muito bem a Série B. Além disso, ficou a semana toda só se preparando para o nosso jogo”, falou Kleina, enfatizando subir como prioridade, e não o título. “Claro que sendo campeão é melhor ainda, mas a Série B dá quatro condições iguais para o ano que vem. O que precisamos é do acesso.”

É o que pensa também o Boa, que anunciou um pacote de reforços nesta semana tendo o zagueiro Alex Silva, ex-São Paulo e Seleção Brasileira, como destaque. À espera da regularização dos recém-contratados, o técnico Nêdo Xavier segue sem contar com os zagueiros Walisson, Neylor e Carciano e os laterais Rafinha e Sheslon, todos machucados. Deve repetir o time que venceu o São Caetano na última rodada.

“Precisamos de seis ou sete pontos nos três próximos jogos para terminar o primeiro turno no G-4, e a partida contra o Palmeiras é a mais esperada por nós. Se quebrarmos a sequência invicta deles, vamos ficar com ainda mais confiança”, previu o veterano meia-atacante Marcelinho Paraíba, nome mais conhecido da equipe mineira.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
BOA X PALMEIRAS

Local: estádio Melão, em Varginha (MG)
Data: 24 de agosto de 2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistentes: Lorival Candido das Flores (RN) e Leonardo Mendonca (ES)

PALMEIRAS: Bruno; Luis Felipe, Tiago Alves, Henrique e Fernandinho; Eguren, Márcio Araújo, Charles e Felipe Menezes; Ananias e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

BOA: Douglas; Petros, Ciro Sena, Everton Luiz e Silvio Carrasco; Rodrigo Souza, Betinho, Vinicius Hess e Marcelinho Paraíba; Luiz Paulo e Fernando Karanga
Técnico: Nêdo Xavier

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade