Futebol/Copa Suruga - ( - Atualizado )

Na 'seca', Autuori valoriza mais vitória em si do que novo título

Kashima (Japão)

Para Paulo Autuori, o eventual título da Copa Suruga, nesta quarta-feira, terá menos importância do que o simples fato de o São Paulo vencer mais uma partida. O técnico valorizaria mais o triunfo em si porque, na verdade, não seria um simples fato. Em crise, a equipe venceu apenas um dos últimos 15 jogos.

"Uma vitória para nós, mais do que a conquista, vai representar muito. Vai significar que estamos solidificando alguns conceitos que queremos que a equipe ponha em prática não em um ou outro jogo, mas sempre", disse o treinador, sem ignorar que o título também "acrescentaria mais um troféu para a riquíssima do clube".

SPFC - Site Oficial
Técnico tem preocupação com sistema ofensivo
Sua maior preocupação no momento é o Campeonato Brasileiro, no qual o time se encontra na zona de rebaixamento. A excursão pelo exterior, apesar da experiência de enfrentar grandes equipes da Europa (na Copa Audi) e de ter vencido a Copa Eusébio (contra o Benfica), não veio em boa hora. Mais do que qualquer coisa, tem resultado em cansaço.

Sem tempo para lamentar, Autuori espera aproveitar a última etapa da viagem para tentar alguma evolução tática antes de retornar à capital paulista e reiniciar a disputa da competição nacional - no domingo, a equipe enfrenta a Portuguesa, no Canindé.

"O sistema defensivo já está um pouco mais entrosado, mais consciente daquilo que tem que fazer, independentemente do adversário que vai enfrentar. Espero solidificar mais isso e, ao mesmo tempo, melhorar a parte ofensiva. Já fomos bem mais ofensivos contra o Benfica, mas isso continua sendo algo que ainda não me dá sustentação", avaliou.

Campeão da Sul-americana, o São Paulo desafia o Kashima Antlers (vencedor da Copa da Liga Japonesa) a partir de 7 horas (de Brasília) desta quarta-feira, em Kashima.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade