Futebol/Mercado - ( )

Nome de Kaká ganha força nos ingleses Manchester United e Arsenal

Londres (Inglaterra)

Após revelar a vontade de sair do Real Madrid nesta janela de transferências internacionais, Kaká poderá aceitar uma redução salarial para voltar ao Milan, onde foi eleito o melhor jogador do mundo, em 2007. No entanto, os ingleses Manchester United e Arsenal também pensam em contratá-lo.

De acordo com a imprensa local, o meia ganhou força nos bastidores dos dois clubes recentemente, e ambos estão dispostos a tirá-lo do Santiago Bernabéu. Um empréstimo por uma temporada, já que o brasileiro vem sendo muito irregular no time espanhol, seria uma negociação muito viável.

Quando substituiu José Mourinho no comando técnico merengue, o italiano Carlo Ancelotti, que já havia trabalhado com Kaká, confirmou que um dos seus maiores desejos era recuperar o colega, que sofre com um problema físico crônico na região do púbis e as críticas de imprensa e torcida espanholas.

AFP
Vaiado nesta pré-temporada, Kaká quer sair do Real: United e Arsenal o colocam em pauta (foto: Miguel Riopa)
No entanto, o jogador de 31 anos não convenceu na pré-temporada europeia e até chegou a ser vaiado por torcedores quando foi substituído do amistoso entre Real e Al-Sadd, do Catar – na ocasião, as duas equipes homenagearam o centroavante Raúl, ídolo do clube de Madri.

Treinador do Arsenal, que ainda não abriu os cofres, o francês Arsene Wenger já garantiu várias vezes que está satisfeito com o atual elenco, ainda mais depois da classificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa. Já os Red Devils, que chegaram a sondar Fabregas, são incógnita.

É provável que o United, por pedido do comandante David Moyes, priorize outro nome: o do zagueiro Miranda, do Atlético de Madrid. Segundo o jornal inglês Metro, o escocês vê o brasileiro como um reforço ideal para o seu sistema defensivo desta época.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade