Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Oliveira exalta qualidade do Coxa e explica dificuldades para vencer

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Assim como os jogadores, o técnico Marcelo Oliveira afirma que o Cruzeiro teve muitas dificuldades para superar o Coritiba, neste sábado, no Mineirão. O treinador chegou a dizer que o duelo ante o Coxa foi o mais complicado desde que assumiu o comandando da Raposa. Apesar de ter criado várias chances durante o jogo, o Cruzeiro não conseguiu marcar o segundo gol, o que não visão do treinador celeste contribuiu para as dificuldades da partida até o final.

“Jogo extremamente difícil, talvez o mais difícil que tivemos nesta trajetória. A equipe do Coritiba é muito técnica, toca muito a bola, se movimenta e dificulta a marcação. Poderia ter sido um jogo diferente, com mais facilidade se a gente tivesse feito o segundo gol. O volume de jogo foi muito bom, mas o Coritiba sai muito pelas laterais, e dá o contra-ataque. Precisávamos definir o jogo. Era importante ter feito o segundo gol para eles abrirem mais. Talvez a partida tivesse tomado um rumo diferente”, analisou.

Marcelo Oliveira elogia o Coritiba e afirma que os paranaenses possuem grande qualidade técnica, o que deixou a partida indefinida até o apito final. O treinador voltou a citar o fato de a Raposa não ter conseguido fazer o segundo gol, mesmo tendo um bom volume de jogo durante os 90 minutos.

“O gol hoje tem um poder de decisão grande. O jogo ficou muito arrastado e perigoso, pela qualidade do adversário, e porque o Cruzeiro estava chegando e não definia bem”, disse o treinador cruzeirense, que curtiu a liderança do Brasileiro. “Fico muito feliz com mais uma vitória, a liderança e a possibilidade de ficar em primeiro ou segundo, dependendo dos resultados”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade