Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Para Cruyff, contratações de Neymar e Martino foram precipitadas

Lima (Peru)

Um dos principais jogadores da história do Barcelona, o holandês Johan Cruyff continua opinando sobre o clube catalão. Em entrevista concedida ao jornal peruano El Comercio, o ex-jogador voltou a reforçar sua desconfiança em relação à parceria entre Neymar e Messi.

“É preciso ver como esses dois gênios se relacionam entre eles e com o resto do conjunto. Eu disse: dois capitães em um barco muitas vezes trazem problemas. Mas, se a diretoria tomou a decisão, temos que respeitá-la. Estou apenas tornando pública uma ideia, uma observação. Talvez eu teria esperado mais um par de anos antes de juntá-los. Para ver como Messi funciona, se teve sorte com as lesões e também para ver se Neymar se desenvolve melhor. Aos 21 anos, ele tem muitas condições como jogador, mas ainda não as desenvolveu na plenitude”, disse.

Cruyff também comentou a contratação do argentino Gerardo Martino para comandar o Barça. O ex-treinador do Newell’s foi o escolhido para substituir Tito Vilanova, que precisou se afastar do cargo para seguir o tratamento contra um câncer na garganta.

“Não conheço Tata. Pelo menos darei a ele o benefício da dúvida. Agora, como Tito estava doente, tudo foi feito com pressa. Fizeram coisas sem preparação e tomaram uma decisão precipitada”, completou.

AFP
Cruyff começou a criticar a diretoria do Barça quando as negociações para contratar Neymar se iniciaram

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade