Futebol - ( - Atualizado )

Pato diz estar aprendendo vibração com Tite para dar certo no Timão

Marcos Guedes São Paulo (SP)

A juventude foi a defesa de Alexandre Pato para as críticas em relação à sua falta de vibração observada durante algumas partidas do Corinthians. O atacante negou que empenho seja um problema, disse estar aprendendo com o técnico Tite e previu mais partidas como a de domingo, na qual foi importante para o triunfo alvinegro sobre o Vitória.

“Não é falta de vontade, mas tenho 23 anos. Tenho que aprender. Estou com um treinador que é sensacional, um ótimo treinador, que tem me ajudado. Não é que falte vibração em mim. Só tenho que aprender. Como tenho que aprender a chutar melhor, a passar melhor. Estou feliz por ter encontrado esse treinador e esse grupo, que têm me ajudado bastante”, afirmou.

De acordo com Pato, essa exigência por esforço, especialmente sem a bola, é uma novidade em sua carreira. Ele está compreendendo que é difícil jogar em um time como o Corinthians e sob comando de um técnico como Tite fazendo uso apenas de suas excelentes qualidades técnicas.

“O período em que joguei no Milan era diferente. Eu não precisava, por exemplo, marcar até onde os atacantes voltam para marcar aqui. O Tite tem me ajudado e me dado conselhos para que eu possa contribuir. Estou ouvindo e crescendo, espero que em uma conversa futura ele possa dizer que fui bem, que fiz o que ele pediu”, comentou.

Divulgação/Agência Corinthians
Com cobrança e carinho, Pato vai entendendo aos poucos o que é o Corinthians (foto: Daniel Augusto Jr.)
Para o treinador e para os dirigentes, o processo de adaptação está no final. O camisa 7 chegou ao clube do Parque São Jorge em janeiro, tendo tempo para se entrosar com os companheiros e entender as exigências de uma torcida diferente. No Pacaembu ou na internet, a cobrança acaba chegando.

“Fiz umas redes sociais para me aproximar do torcedor. Entendo a cobrança, é um direito deles. Podem vaiar, aplaudir. Não é sempre que vai dar tudo certo, tem dia em que nada vai dar certo. Tento levar o meu futebol e, quando encontro os torcedores, eles me tratam superbem. Isso me deixa feliz”, disse Pato.

A resposta ao carinho e às exigências, como repetiu o atacante diversas vezes na entrevista concedida nesta segunda-feira, no CT do Parque Ecológico, é “trabalho forte”. Ele realmente vem treinando muito para aproveitar as oportunidades recebidas na equipe.

Se conseguir aliar nos jogos a raça tão valorizada pela Fiel à sua técnica muito acima da média, Pato certamente vai fazer sucesso em preto e branco. Segundo ele, aparecendo as chances, isso não vai demorar a acontecer. “Até o fim do ano, vai ter muitas alegrias para o torcedor do Corinthians”, prometeu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade