Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Pensando na Copa do Brasil, Palmeiras deve usar reservas no sábado

William Correia São Paulo (SP)

Por não terem apresentado alto desgaste, os titulares do Palmeiras enfrentaram o Paysandu antes do primeiro jogo contra o Atlético-PR. Mas, neste sábado, a prioridade à Copa do Brasil deve ficar mais clara. O líder da Série B do Brasileiro pretende poupar seus principais jogadores diante do Boa, visando o duelo de volta das oitavas de final do torneio mata-mata, na quarta-feira, em Curitiba.

O primeiro argumento já apontado por Gilson Kleina é o curto período de descanso. Normalmente, o elenco tem três dias, entre terça-feira e sábado, para se recuperar fisicamente no intervalo de duas rodadas da Série B do Brasileiro. Desta vez, além do tempo menor, há o embarque para Minas Gerais logo após o treino de sexta-feira.

“Perdemos um dia. Vamos fazer o treino de recuperação a 48 horas do jogo contra o Boa, e com viagem para Varginha no dia seguinte”, falou o técnico, citando também o cansaço da vitória de quarta-feira. “Foi um jogo muito corrido e que aflora o lado emocional para não tomarmos gol.”

Vilson, que tem relatado incômodos musculares, deve ser poupado, assim como Charles e Luis Felipe. Fernando Prass vem acumulando dores nos últimos jogos e também é um provável poupado. Leandro, desfalque na quarta-feira por dores lombares, é desfalque praticamente certo, assim como Marcelo Oliveira, vítima de problemas físicos.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Apresentando desgaste físico, Luis Felipe deve ser um dos poupados na partida contra o Boa, em Varginha
Entre os que devem receber oportunidades, Felipe Menezes está bem cotado a ser titular pela primeira vez, já que está impedido de atuar na Copa do Brasil – defendeu o Sport nesta edição da competição. O volante Wendel é uma possível novidade atuando improvisado na lateral direita, assim como o uruguaio Eguren no meio-campo.

Tudo será feito pensando na classificação para as quartas de final da Copa do Brasil, que ocorrerá mesmo se o Verdão perder por um gol de diferença em Curitiba, contanto que balance as redes adversárias. Novo 1 a 0 levará a decisão para os pênaltis.

E a partida em Varginha é a uma oportunidade para Kleina provar que confia em seus reservas. “Se tiver que administrar, temos elenco. Nós nos preparamos para esse momento e hoje temos reposição. O que pode faltar é ritmo, mas não dedicação e entrega”, garantiu o técnico.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade