Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Renato rejeita pressão para que Grêmio volte a vencer fora de casa

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Quando chegou ao Grêmio em 2010, Renato Gaúcho se deparou com um time que não vencia fora de casa há quase um ano pelo Brasileirão. Agora, a fase é parecida: contra o Corinthians, o Tricolor chegou a um jejum de dez partidas sem vencer como visitante, incluindo Gauchão, Libertadores e Brasileiro. Mas o treinador rejeita qualquer tipo de pressão ou criação de um “fantasma” a respeito do assunto.

“Não adianta vocês (jornalistas) ficarem cobrando que o Grêmio tem que ganhar uma partida fora de casa. Isso vai acontecer naturalmente, com as coisas se ajeitando. As partidas dentro de casa valem três pontos também”, afirmou Renato, após a derrota por 2 a 0 para o Corinthians, nesta quarta, no Pacaembu.

A lesão de Zé Roberto, que deixou o gramado ainda no primeiro tempo com problema muscular, prejudicou os planos gremistas, na avaliação de Renato: “hoje ele já fez falta, pois é um jogador que pensa, segura, prende a bola lá na frente, é um líder do grupo. Mas o jogador está sempre sujeito a esse tipo de lesão. Ele disse que abriu o músculo, e se for mesmo estiramento serão umas três semanas fora”, lamentou o treinador.

Além de Zé Roberto, lesionado, Renato pode perder Vargas para o Gre-Nal, caso ele seja suspenso em julgamento que ocorre nesta sexta-feira. O treinador gremista evitou comentar ou dar indícios sobre a escalação que pretende colocar em campo no domingo. A partida começará às 16h, na Arena do Grêmio.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade