Futebol/Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Sem jogo, Náutico garante atenção especial em rodada da Série A

Recife (PE)

Com o fim de semana livre graças ao adiamento da partida contra o Santos, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Náutico não terá folga. Segundo os jogadores, a ordem é fazer o “dever de casa” e acompanhar a rodada da Série A, já visando o jogo da próxima rodada, quarta-feira, diante do Goiás.

“Todos os jogadores aqui, pelo que conversamos, têm esse hábito de assistir aos jogos dos rivais e fazer o dever de casa”, disse o goleiro Ricardo Berna.

Rival do próximo confronto, o Goiás encara o Atlético-PR neste domingo, em Curitiba. Este deve ser o jogo a ser assistido pelo camisa 1 do Timbu, que garantiu não se apegar a nenhuma análise individual do Esmeraldino. Além disso, ele revelou quais são suas expectativas para a próxima quarta-feira.

“Procuramos analisar a equipe adversária como um todo. O empate é um bom resultado, mas só a vitória interessa. Vejo o grupo querendo mais, pois não se contenta com pouco”, completou.

Para Maikon Leite, nem mesmo a sequência negativa da equipe alviverde (que não vence há duas rodadas), confere o favoritismo ao Náutico. “Não tem isso de sequência boa ou ruim no Campeonato Brasileiro. Todo jogo é pedreira. Poucos acreditavam que a gente venceria o Inter e nós ganhamos. O campeonato é muito nivelado e todo jogo vai ser difícil”, explicou.

Treino: Já visando a partida diante do Esmeraldino, o Náutico treinou na manhã deste sábado. O técnico Zé Teodoro comandou um coletivo e, inicialmente, escalou o mesmo time que venceu o Internacional, no último fim de semana. Durante a atividade, entretanto, ele fez duas alterações: Jones no lugar de Olivera, e Rodrigo Souto na vaga de Auremir. Dessa forma, Derley foi para a lateral.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade