Futebol/Amistoso internacional - ( - Atualizado )

Sem Messi e Balotelli, Argentina e Itália duelam em homenagem a Papa

Roma (Itália)

Em sua primeira partida desde que encerrou a participação na Copa das Confederações, a Itália recebe a Argentina, nesta quarta-feira, em amistoso que servirá como homenagem ao Papa Francisco. O jogo está agendado para a cidade de Roma, que fica próxima ao Vaticano.

Na véspera da partida no estádio Olímpico, o pontífice argentino recebeu as delegações das duas seleções e posou para fotografias ao lado dos principais atletas, como Lionel Messi e Mario Balotelli. Porém, as estrelas dos dois lados estão fora do compromisso desta quarta-feira por conta de problemas clínicos.

Logo depois de ter participado do encontro com o Papa, Messi foi liberado para voltar a Barcelona, pois se apresentou à seleção reclamando de dores musculares e acabou vetado pelos médicos. O técnico Alejandro Sabella revelou que outros jogadores também sentiram problemas clínicos e, por isso, faz mistério na escalação para o amistoso.

AFP
Papa Francisco recebeu os jogadores das duas seleções, como Balotelli, que está fora do jogo
“Tenho alguns jogadores com dores e veremos se poderão se juntar ao grupo. A equipe não está confirmada”, despistou o comandante, que deve escalar Palacio no lugar de Messi, formando o sistema ofensivo também com Maxi Rodríguez e Higuaín.

Já a Itália perdeu Balotelli para o jogo em Roma. Apesar de ter se apresentado ao treinador Cesare Prandelli, o atacante não tem condições de jogo em função de uma lesão no joelho esquerdo. Assim, El Shaarawy e Osvaldo devem formar a dupla de ataque.

FICHA TÉCNICA
ITÁLIA X ARGENTINA

Local: Estádio Olímpico, em Roma (Itália)
Data: 14 de agosto de 2013, quarta-feira
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Wolfgang Stark (da Alemanha)

ITÁLIA: Buffon; Maggio, Astori, Bonucci e De Sciglio; De Rossi, Pirlo, Marchisio e Montolivo; El Shaarawy e Osvaldo
Técnico: Cesare Prandelli

ARGENTINA: Andújar; Campagnaro, Garay, Fernández e Basanta; Mascherano, Di María, Biglia e Maxi Rodríguez; Palacio e Higuaín
Técnico: Alejandro Sabella

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade