Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Sergio Guedes pede calma ao Ceará: “Não posso atirar para todo lado"

Recife (PE)

Derrotado pela segunda vez seguida e com apenas 37,3% de aproveitamento no comando do Ceará, o técnico Sergio Guedes pediu calma ao elenco e à torcida do Vovô após mais um tropeço na Série B. Desta vez, o resultado negativo foi sofrido diante do Sport, na Ilha do Retiro. A equipe alvinegra perdeu por 2 a 1 mesmo com um jogador a mais. Segundo o treinador, entretanto, os problemas devem ser resolvidos internamente.

“Temos que analisar com critério as coisas que aconteceram no jogo. Eu não posso vir aqui diante dos microfones e criticar tudo, mas buscar soluções para estas situações”, afirmou Guedes, antes de admitir: “Precisamos melhorar”.

Incomodado com as perguntas de alguns jornalistas, que colocavam em xeque o seu trabalho e o dos jogadores, o treinador do Vozão continuou a pregar a calma e a tranquilidade. Para ele, não é hora de tecer críticas públicas a nenhum profissional.

“Vamos continuar trabalhando para ter uma sequência de bons resultados. Eu não posso vir aqui e atirar para todos os lados. Precisamos ter cabeça no lugar nesta hora", disse.

Contratado como substituo de Leandro Campos durante pausa da Série B para a Copa das Confederações, em junho, Sergio Guedes não vem fazendo um bom trabalho à frente do Ceará. Em nove partidas, sofreu cinco derrotas, um empate e só venceu três partidas: Aproveitamento de apenas 37,3%.

Tal desempenho fez com a equipe nordestina permanecesse na parte de baixo da tabela de classificação da Série B. Apontado como uma dos candidatos ao acesso antes do início da competição, o Vozão ocupa neste momento a 13ª posição, apenas dois pontos a frente da zona de rebaixamento à Série C. Na próxima rodada, sexta-feira, às 19 horas (de Brasília), o desafio será contra o Avaí, em Florianópolis.

Sergio Guedes dá a receita para o time recuperar o caminho das vitórias: “Precisamos dar confiança ao time. Nesta terça-feira, se tivéssemos saído na frente, e tivemos chances para isso, o jogo poderia ter sido outro. Mas esperamos um entendimento e evolução do time para a próxima rodada, contra o Avaí”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade