Futebol/Copa do Brasil - ( )

Time discorda de apatia, mas aceita bronca de Nobre e se envergonha

William Correia São Paulo (SP)

A repercussão do irritado discurso de Paulo Nobre após a eliminação na Copa do Brasil foi de aumentar a vergonha nos jogadores. Wesley já tinha deixado o campo na derrota por 3 a 0 para o Atlético-PR usando exatamente essa palavra e, por isso, o elenco do Palmeiras aceitou a bronca. Mas sem concordar com a apatia apontada pelo presidente.

“Não foi apatia nossa. Foi mérito do adversário, que teve mais postura e conseguiu o resultado que precisava”, simplificou Fernando Prass, jogador mais velho do elenco e disposto a minimizar os efeitos da péssima atuação no Paraná.

Na visão do goleiro, o que foi visto em Curitiba não passou da imposição de anfitriões que buscavam um placar elástico para se classificar, e que teve sucesso. “Faltou equilibrar o jogo. O Atlético-PR foi bastante competente na proposta que teve e conseguiu impor uma pressão”, afirmou.

Mas Paulo Nobre enxergou a partida de uma forma diferente. O presidente questionou em sua entrevista nos vestiários do estádio Durival de Britto “Cadê o Palmeiras brioso que tanto orgulhou seu torcedor?”, e avisou que não foi o único jogo em que enxergou um time apático com a camisa do clube.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Capitão, Henrique admitiu ter se envergonhado pela derrota por 3 a 0 que tirou o time da Copa do Brasil
Capitão, Henrique aceitou a cobrança. “Não esperávamos que fosse desse jeito, não demonstramos o futebol que vínhamos jogando. Para nós, foi vergonhoso”, admitiu o zagueiro, avisando, contudo, que os atletas já sabem a solução necessária. “Sabemos o que deixamos de fazer lá.”

Com esse discurso, e uma expectativa de reação, o Verdão volta a campo no sábado para enfrentar o Ceará, em Fortaleza. Na partida, marcada para as 21 horas (de Brasília), o clube defende a liderança na Série B do Brasileiro – iniciou a rodada com quatro pontos e um jogo a mais em relação ao segundo colocado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade