Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Torcedores extinguem maior dívida do Vasco com a Receita Federal

Gazeta Press Rio de Janeiro (SP)

Lançada em maio deste ano pelos torcedores cruzmaltinos para tentar ajudar a resolver alguns dos problemas financeiros do clube, a campanha Vasco Dívida Zero anunciou, nesta sexta-feira, a extinção da maior dívida com a Receita Federal até o momento, a quinta a ser quitada desde que o projeto se iniciou. A dívida somava R$ 262.629,48 e a extinção foi confirmada pelo site da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN).

“Ela foi uma das primeiras a receber pagamentos, mas ficou em segundo plano quando dívidas menores entraram na lista, em meados de junho”, afirmou Vinicius Arruda, um dos organizadores.

E a campanha, que já pagou mais de 590 mil reais em dívidas fiscais, segue a todo vapor, de acordo com os organizadores. A contribuição, que vai direto para a Receita Federal sem passar pelas mãos dos dirigentes, é feita através de pagamentos por torcedores das dívidas via DARF (Documento de Arrecadação das Receitas Federais).

Entre as próximas metas, três dívidas que estão sendo pagas no momento: uma de R$ 47 mil, da qual restam pouco menos de nove mil por confirmar pagamentos; outra de R$ 136 mil, da qual já foi abatida mais de R$ 77 mil; e uma terceira de R$ 5,5 milhões, para a qual vêm sendo distribuídos DARFs em forma de panfletos nos jogos do Vasco e em algumas lojas oficiais do clube.

Para comemorar o aniversário do clube agora em agosto (dia 21), os organizadores criaram uma promoção: vão sortear uma camisa Raízes - usada pelo time nas partidas contra Criciúma e Botafogo e lançada recentemente - autografada por diversos jogadores e ex-jogadores, além de cinco miniaturas de São Januário em cristal para todos os que pagarem e confirmarem no site da campanha (www.vascodividazero.com.br), DARFs de qualquer valor até o dia 20. O sorteio ocorrerá no dia 21, quando o Vasco completa 115 anos de fundação.

Que o torcedor não se iluda: o acordo com a Fazenda que está por ser anunciado foi só para parcelar as dívidas, não para perdoá-las. Foram dadas garantias. Se o torcedor não ajudar a pagar as dívidas através da campanha Vasco Dívida Zero, o clube não conseguirá honrar os compromissos assumidos e acabará sem patrocínios, sem reforços e ainda sem o que foi dado como garantia; ou seja, pior do que antes do acordo”, disse Vinícius, lembrando: "Não temos qualquer relação com a diretoria ou com a oposição do clube. Somos torcedores comuns”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade