Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Torcida picha muro da Gávea em protesto contra jogos em Brasília

Rio de Janeiro (RJ)

Os frequentes jogos do Flamengo em Brasília vêm deixando a torcida insatisfeita neste Campeonato Brasileiro. Apesar de ter assinado um contrato com a empresa responsável pelo Maracanã, a diretoria rubro-negra fez apenas um jogo no estádio carioca ao longo da competição, deixando os fãs que moram na cidade do Rio de Janeiro claramente irritados. Na noite desta sexta-feira, como forma de protesto as recentes atitudes dos mandatários, os muros da Gávea foram pichados.

Em uma das frases colocadas nas dependências do clube, os torcedores afirmaram: “Brasília não, Rio de Janeiro sim”. Neste domingo, o Flamengo faz apenas o seu segundo jogo no Estádio do Maracanã após a reforma, sendo que o mandante será o Fluminense, outro time que assinou um contrato com o consórcio responsável para utilizar o local ao longo do Campeonato Brasileiro.

A diretoria rubro-negra, no entanto, não demonstra interesse em voltar a jogar no Rio de Janeiro, e já confirmou os últimos três jogos que tem ainda no primeiro turno para o Estádio Mané Garrincha, em Brasília. Os mandatários do clube da Gávea não foram poupados e receberam críticas diretas - “Diretoria incompetente” também foi escrito no muro.

Saída de Renato Abreu é questionada - Sem entender os motivos que culminaram na saída do meia Renato Abreu, demitido através do site oficial do Flamengo, os torcedores aproveitaram o protesto para questionar o que aconteceu nos bastidores da Gávea. Depois de conseguir uma liminar na Justiça para assinar com outro clube, o jogador move outro processo por danos morais contra a equipe carioca.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade