Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Vasco tenta reencontrar vitória em duelo com a Ponte Preta

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Depois de perder por 3 a 2 o clássico para o Botafogo, o Vasco tenta reencontrar o caminho das vitórias nesta quinta-feira, às 21 horas (de Brasília), quando recebe a Ponte Preta em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), no complemento da 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Cruzmaltino soma 14 pontos e precisa do triunfo para se afastar mais da zona de rebaixamento, com quem a Macaca vem flertando com seus 11 pontos. O time campineiro, porém, ganhou novo fôlego no domingo, quando arrancou empate com o Fluminense, por 1 a 1, no fim da partida.

Antes da derrota para o Botafogo, o Vasco tinha empatado por 1 a 1 com o Goiás, em Goiânia, e por isso existe a pressão para se voltar a ganhar no Campeonato Brasileiro. O time vinha superando as desconfianças da torcida, mas sabe que um tropeço em casa, nesta quinta-feira, poderá fazer o clima voltar a ficar bem ruim em São Januário.

“Nós tivemos um empate contra o Goiás em um jogo que estávamos ganhando até o fim. Depois perdemos para o Botafogo em um jogo que estava nos nossos planos pontuar. Assim, deixamos escapar pontos importantes dentro do nosso planejamento no Campeonato Brasileiro e eles poderão fazer muita falta lá na frente. Portanto, não podemos deixar de somar os três pontos contra a Ponte Preta”, reconheceu o lateral direito Nei.

O técnico Dorival Júnior, por sua vez, prefere priorizar os aspectos táticos da partida e alertou seus comandados sobre a necessidade deles tomarem cuidado com o contra-ataque da Ponte Preta.

“A Ponte Preta tem um time perigoso, que gosta de jogar no erro do adversário quando atua longe de casa. Aqui eles vão querer conseguir a vitória na base dos contra-ataques e se neutralizarmos isso vamos dar um passo muito importante para a vitória. O ideal é pressionarmos desde cedo, mas sempre atentos para não sermos surpreendidos”, disse Dorival.

O Vasco tem muitos desfalques para esta partida. O zagueiro Renato Silva e o volante Wendel, advertidos com o terceiro cartão amarelo na derrota para o Botafogo, ficam de fora. O primeiro será substituído por Jomar, que vai compor o setor com Rafael Vaz. Já o segundo era a principal opção após Dorival perder a sua dupla de volantes titular. Sandro Silva, com uma lesão no joelho direito, foi vetado, enquanto que o argentino Pablo Guiñazú teve ruptura do músculo superior da coxa direita, terá que se submeter a uma cirurgia e ficará cerca de três meses afastado dos gramados.

Assim, a dupla de volantes será formada por Fabrício Baiano, revelado nas categorias de base do clube, e Fillipe Soutto. A boa notícia é que Juninho Pernambucano, que chegou a ser dúvida por conta do desgaste muscular sofrido diante do Botafogo, tem escalação assegurada.

Pelo lado da Ponte Preta, o técnico Paulo César Carpegiani pede superação a seus comandados. “Enfrentar o Vasco dentro de São Januário está longe de ser uma das tarefas mais agradáveis, mas sabemos que é importante conquistarmos um bom resultado. Respeitamos o time deles, mas não vamos deixar de acreditar que é possível conseguir a vitória”, disse Carpegiani.

Já os jogadores querem recuperar no Rio de Janeiro os pontos perdidos contra o Fluminense. “O Campeonato Brasileiro costuma punir quem não ganha em casa e, portanto, vamos ter que recuperar os pontos perdidos contra o Fluminense. O jogo contra o Vasco é a primeira oportunidade para isso e vamos tentar aproveitar”, disse o zagueiro Diego Sacoman.

Em termos de escalação a Ponte Preta não contará com o zagueiro Ferrón, suspenso por acúmulo de cartões amarelos. César será o seu substituto. Em compensação o meia Ramirez e o atacante Rildo retornam de suspensão e ocuparão as vagas de Giovanni e Everton Santos, respectivamente. A grande novidade, porém, será a estreia do volante Fernando Bob, que não estava sendo aproveitado pelo Fluminense e foi contratado. Ele entrará na vaga de Fernando.

FICHA TÉCNICA
VASCO X PONTE PRETA

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 8 de agosto de 2013, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (SP)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Marcia Bezerra Lopes Caetano (RO)

VASCO: Diogo Silva, Nei, Jomar, Rafael Vaz e Yotún; Fabrício Baiano, Fillipe Soutto, Juninho Pernambucano e Pedro Ken; Eder Luis e André.
Técnico: Dorival Júnior

PONTE PRETA: Roberto, Regis, Diego Sacoman, César e Uendel; Baraka, Fernando Bob, Ramirez e Chiquinho; Rildo e William.
Técnico: Paulo César Carpegiani

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade