Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Verdão cobra punição a torcedores que causam confusão, não ao clube

William Correia São Paulo (SP)

No sábado, em Guaratinguetá, membros das organizadas Mancha Alviverde e Torcida Uniformizada do Palmeiras entraram em confronto no estádio Dario Rodrigues Leite e surgiu o temor de que o clube pudesse ser punido, perdendo mandos de campo na Série B do Brasileiro. Algo que o elenco não aceitaria facilmente. Jogadores já discursam pedindo que quem as penas se restrinjam a quem causa confusão.

Fernando Prass foi quem se mostrou irritado com a possibilidade de gancho no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O goleiro lembrou que o Verdão já foi punido no ano passado por objetos arremessados por torcedores no campo do Pacaembu e voltou a sofrer pena por confusão entre palmeirenses e policiais em Araraquara, sendo obrigado a começar a Série B em Itu e mandar jogo até em Presidente Prudente (SP).

“É uma punição que se mostra ineficiente. O clube foi punido no ano passado por confusão no Pacaembu e foi para Araraquara. As pessoas foram para Araraquara, arrumaram confusão de novo, fomos punidos e partimos para Itu. Agora arrumaram confusão em Guaratinguetá e vamos para outro local, só que as pessoas poderão entrar. Não se está atacando realmente o foco do problema”, criticou Prass.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Valdivia avisou que na terça, quando Mancha e TUP não puderam entrar, a torcida presente apoiou até o final e o time goleou
As organizadas, ao menos, já passaram por uma punição, sendo impedidas de entrar no Pacaembu na goleada sobre o Icasa na terça-feira. E Valdivia, que declara publicamente seus problemas com Zeca Urubu, batizado Wellington Almeida Oliveira, envolvido com a Mancha Alviverde e que participa de confusões desde 2001, faz campanha pelo ‘torcedor comum’.

“Dependemos muito do torcedor, de seu apoio e sua força jogo a jogo. Quando ocorrem punições, complica, mas a torcida do Palmeiras é gigante, está em todo Brasil e depende de nos também para que tenham tranquilidade e venham ao estádio nos incentivar. A torcida que compareceu no Pacaembu contra o Icasa incentivou e apoiou até o final. Se teve punição ou não, não vi, só vi o torcedor apoiando até o final”, comentou o chileno.

Os jogadores só desejam dar motivos para alegria em campo e evitar problemas fora dele. “Buscamos sempre a vitória, independentemente se vamos golear ou não. Mas estamos conseguindo grandes resultados com a torcida junto. É um casamento perfeito e espero que continue assim por muito tempo”, projetou Vinicius.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade