Atletismo/Maratona de Berlim - ( - Atualizado )

Queniano quebra recorde mundial na Maratona de Berlim; Marilson é 6º

Berlim (Alemanha)

O queniano Wilson Kipsang aproveitou o percurso plano da Maratona de Berlim e o clima ameno na cidade na manhã deste domingo e venceu a prova estabelecendo novo recorde mundial. O atleta de 31 anos de idade completou os 42km de disputa em 2h03min23s, melhor tempo da história.

Antes deste domingo, o recorde mundial da maratona pertencia ao também queniano Patrick Makau, que em 2011 completou justamente a prova de Berlim em 2h03min38s. A disputa na Alemanha registra alguns dos melhores tempos da história por conta de seu percurso pouco acidentado.

A segunda colocação neste domingo ficou com o queniano Eliud Kipchoge, que completou a prova em 2h04min05s, seguido por seu compatriota Geoffrey Kipsang, com 2h06min26s.

“Estou muito feliz de ter vencido e quebrado o recorde mundial. Realmente me inspirei em Paul Tergat quando ele quebrou o recorde mundial aqui há dez anos e estou muito feliz de ter conseguido o recorde no mesmo percurso”, disse o novo recordista mundial.

O Brasil também conseguiu um bom resultado na Maratona de Berlim com Marilson Gomes dos Santos, que foi para o evento buscando o melhor tempo de sua carreira em provas deste tipo. Ele não alcançou seu objetivo, mas com a marca de 2h09min24s acabou a disputa na sexta posição.

AFP
Wilson Kipsang completou a Maratona de Berlim em 2h03min23s, quebrando novo recorde mundial

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade